Seminário de Reorganização do Movimento por uma Universidade Popular

Historicamente a Universidade aparece como um instrumento da burguesia, tanto formando mão de obra para a continuação da produção, quanto para criar intelectuais que defendam sua dominação. Assim, a Universidade hoje é pautada pelo e serve ao interesse do capital.
Processos democráticos surgiram da luta dos estudantes juntamente com a classe trabalhadora, porém, diante da crise capitalista a burguesia manobra-se através de Michel Temer para atacar todos os direitos historicamente conquistados, inclusive os dos estudantes e toda a juventude trabalhadora.
A luta por uma Universidade que atenda as demandas da sociedade e seja ocupada pela classe trabalhadora deve-se concretizar em um projeto anticapitalista e antiimperialista, em outras palavras, em um Movimento por uma Universidade Popular!
Nesse sentido, convidamos todas e todos estudantes de universidades públicas e privadas, DAs, CAs e DCEs a participar do Seminário de Reorganização do MUP (Movimento por uma Universidade Popular) em Florianópolis, na UFSC.
O Seminário se realizará nos dias 25 e 26, no Auditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), na UFSC.”Tenho que dizer que se pinte de negro, que se pinte de mulato. Não só entre os alunos, mas também entre professores. Que se pinte de operário e camponês, que se pinte de povo, porque a Universidade não é patrimônio de ninguém e pertence ao povo (…)”
– Che Guevara

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.