Brasil

28/01 – Dia Nacional de Lutas por Emprego e Direitos

 A CUT conclama todos/as seus dirigentes e militantes, trabalhadores/as de base, juntamente com as demais…

Não à PEC 358/2013, pela sobrevivência do SUS estatal!

Fonte: sindsaudepr.org.br É conhecido por todas(os) brasileiras(os) que o Sistema Único de Saúde – SUS sofre…

Línguas indígenas Macuxi e Wapixana se tornam co-oficiais em município de Roraima

A população do município de Bonfim, em Roraima, terá outras duas línguas reconhecidas, além do…

Em carta à Dilma, CPT critica liminar que retarda a Lista Suja do Trabalho Escravo

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) enviou uma carta à presidenta Dilma Rouseff contra a liminar…

No aniversário de SP, movimento convoca protesto conta mortes da população periférica

Neste próximo domingo (25/01), no dia da comemoração dos 461 anos da cidade de São…

MST realiza curso de pós-graduação em saúde para a população do campo

O MST, em parceria à Universidade de Pernambuco (UPE) e a Escola Nacional Florestan Fernandes,…

África

Editorial

Florianópolis, 17 de janeiro de 2015.

Os estudantes e moradores de Florianópolis começaram a reagir de forma mais contundente contra o abuso das empresas unidas em oligopólio e a impunidade que a elas permite um poder público omisso e conivente. O Movimento Passe Livre não é nem acaso nem onda episódica. A Capital catarinense tem sido modelo de luta para todo o Brasil em matéria de transporte público, especialmente entre 1999 até 2005. Agora, parece retomar seu fôlego numa queda de braço metafórica entre: o “fênix popular” que se reergueu e o Fênix oligopólico que, a própria prefeitura e o legislativo municipal, alimentaram ideologicamente.

O direito de ir e vir do cidadão está consagrado na Constituição, logo, todos os debates em torno devem estar orientados por algumas percepções básicas. Havendo crianças, estudantes em idade de cursar para bem próprio e da Cidade, idosos em tempo de descansar e trabalhadores desempregados, além de trabalhadores empregados sem direitos sociais básicos, o transporte de passageiros deveria ser um serviço executado diretamente pelo Estado, não concessionável e gratuito.

A população cansou-se de especular com cifras formatadoras de preços que “explicam” as tarifas, tanto como dos engarrafamentos por excesso de transporte individual.

Florianópolis e sua Mobilidade estão submetidas ao interesse do capital, a impunidade e o desmando empresarial. Não é por culpa de algumas centenas de cobradores que sobe a tarifa, é porque o transporte de passageiros é privado e precisa acumular mais e mais lucro. Não existe conceito real de serviço no capitalismo. Não lhe é inerente a preocupação pelo usuário. O lucro crescente é a lógica que determina o ambiente das decisões.

Os estudantes e a população em geral de Florianópolis têm que consolidar a aposta: ou se conquista um Transporte Público, Universal, Gratuito e de Qualidade, ou se marchará até que a Mobilidade Social plena esteja garantida, e isso vai além do preço da passagem.

Post to Twitter Post to Facebook

Desacato Passa Revista

 

 

 

 

Nossa América

O que significa para o mundo a vitória do Syriza

Por Paulo Nogueira. A vitória da esquerda na Grécia pode ser uma das duas seguintes alternativas. Apenas isso, uma vitória da esquerda na Grécia. A primeira manifestação de exaustão, no mundo, do receituário conservador para combater a crise econômica. Em breve se saberá qual das duas sentenças prevalecerá. Seja como for, todos os olhos convergem,…

O que significa para o mundo a vitória do Syriza

Por Paulo Nogueira. A vitória da esquerda na Grécia pode ser uma das duas seguintes alternativas. Apenas isso, uma vitória da esquerda na Grécia. A primeira manifestação de exaustão, no mundo, do receituário conservador para combater a crise econômica. Em breve se saberá qual das duas sentenças prevalecerá. Seja como for, todos os olhos convergem,…

O que significa para o mundo a vitória do Syriza

Por Paulo Nogueira. A vitória da esquerda na Grécia pode ser uma das duas seguintes alternativas. Apenas isso, uma vitória da esquerda na Grécia. A primeira manifestação de exaustão, no mundo, do receituário conservador para combater a crise econômica. Em breve se saberá qual das duas sentenças prevalecerá. Seja como for, todos os olhos convergem,…

O que significa para o mundo a vitória do Syriza

Por Paulo Nogueira. A vitória da esquerda na Grécia pode ser uma das duas seguintes alternativas. Apenas isso, uma vitória da esquerda na Grécia. A primeira manifestação de exaustão, no mundo, do receituário conservador para combater a crise econômica. Em breve se saberá qual das duas sentenças prevalecerá. Seja como for, todos os olhos convergem,…

O que significa para o mundo a vitória do Syriza

Por Paulo Nogueira. A vitória da esquerda na Grécia pode ser uma das duas seguintes alternativas. Apenas isso, uma vitória da esquerda na Grécia. A primeira manifestação de exaustão, no mundo, do receituário conservador para combater a crise econômica. Em breve se saberá qual das duas sentenças prevalecerá. Seja como for, todos os olhos convergem,…

Mundo

Syriza vence nas eleições da Grécia

—————————- —————————- 26 de janeiro Brasília 10:45 Hoje, Alexis Tsipras tomará posse como Primeiro Ministro. Segundo…

Pela primeira vez, partidos árabes concordam em concorrer juntos no Parlamento de Israel

Partido árabe-judeu de orientação socialista, o Hadash se uniu nesta sexta-feira (23/01) de forma inédita…

Syriza pode virar a página da era pós-guerra na Europa

Por Nicolas Chernavsky, CulturaPolítica.info. Desde o final da Segunda Guerra Mundial, a Europa percorreu um…

Leitura Crítica

Concentração da riqueza e perspectiva do socialismo

Não se pode considerar apenas do ponto de vista moral o relatório divulgado nesta semana…

Imagina se esse negócio de chicotear blogueiro colasse por aqui? 

Por Leonardo Sakamoto. Por criticar autoridades religiosas, o blogueiro Raif Badawi foi condenado a dez…

Ensaio sobre a cegueira paulista

Por Mauricio Moraes. E, de repente, um surto de cegueira acometeu São Paulo. Não se…

Filosofia pop

Por Thiago Burckhart, para Desacato.info. “Abaixo à midiocracia”, “Pensar não dói” ou mesmo “Pense: não custa nada”, eis algumas das frases “pixadas” em paredes da região central de Blumenau. Para além da discussão jurídica sobre o tema, as “pixações” se…

Cultura