Querosene acaba, e Brasília tem primeiros voos cancelados por falta de combustível

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom

Por Edson Sardinha.

A crise no abastecimento de combustíveis provocada pela greve de caminhoneiros e transportadores fez com que acabasse a reserva de querosene de aviação no Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek. Aviões que necessitarem de abastecimento ficarão em solo até o fornecimento de combustível ser normalizado. Em nota divulgada na manhã desta sexta-feira (25), a Inframerica, empresa que administra o aeroporto de Brasília, informou que a situação é crítica.

“É fundamental a liberação dos caminhões bloqueados no protesto de motoristas para regularizar o atendimento e as operações”, alega a Inframerica. O terminal recebe diariamente uma média de 20 caminhões carregados de combustíveis. Desde o início da greve dos caminhoneiros, apenas dez veículos chegaram até o aeroporto.

Os voos já começaram a ser cancelados por falta de combustíveis. A American Airlines cancelou, de forma preventiva, o voo de Miami que pousaria em Brasília nesta sexta às 7h35. A aeronave seguiria de volta para os Estados Unidos, às 21h55. De acordo com o site da concessionária, também foram cancelados por falta de combustível, nesta sexta, os seguintes voos: Gol – 1718 – Teresina; Latam – 3705 – Congonhas (São Paulo); e Azul – 2926 – Guarulhos (São Paulo).

Mesmo com o acordo anunciado ontem, não há previsão de quando o abastecimento será normalizado no aeroporto. Vários caminhões estão bloqueados no Entorno do Distrito Federal.

É possível acessar a relação de voos cancelados por falta de combustíveis neste link da Inframerica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.