Programação Semanal Fundação Badesc

EXPOSIÇÕES

Espaço Fernando Beck | Rodrigo de Haro: Sem Repetir uma Única Estrela

Abertura dia 20 de setembro, quinta-feira, às 19h

Visitação até 19 de outubro, de terça a sábado, das 12 às 19h.

A exposição reúne obras de acervo do artista, coleções particulares e instituições públicas, numa síntese de mais de 60 anos de dedicação e respeito à pintura, ao desenho e à poesia. Curadoria de Eneléo Alcides e Fabrício Tomazi Peixoto

 

SEMANA INTEGRADA DO CEART

LANÇAMENTO DE LIVRO | Sepultura de palavras para os desaparecidos, de Luara Wandelli Loth

Dia 27 de setembro, quinta-feira, às 19h

O livro apresenta histórias de 43 estudantes mexicanos desaparecidos no chamado Massacre de Ayotzinapa, e cujos restos mortais jamais foram encontrados. O livro é resultado do projeto de conclusão do curso de Comunicação realizado no México. Luara é jornalista.

 

RODA DE CONVERSA|Educação “Alternativa”: do discurso à imagem

Dia 21 de setembro, sexta-feira, às 16h

A estreia do documentário Conficções (Gabriele Salgado, 2018) instiga um debate sobre a educação para além da escola. Participam do evento Mara Lúcia Bastiani (coordenadora pedagógica da escola Sarapiquá), Kátia Borges, (coordenadora pedagógica da escola Praia do Riso), Maria Regina Giachetta (professora da escola Waldorf Anabá), Lesly Monrat (cineasta e unschooling) e a diretora do filme Após a conversa haverá uma apresentação musical com Marcelo Portela (músico e autor da trilha sonora do filme).

_

 

CINECLUBE

Dia 20, quinta-feira

19h, Infância, Cultura e Arte

Vermelho como o céu

(Rosso come il cielo) de Cristiano Bortone. Itália. 2008. 96 min. Drama. Livre. Com Francesco Campobasso, Luca Capriotti e Marco Cocci.

Micro é um garoto de 10 anos apaixonado por cinema que após um acidente perde a visão. Mediação: Lídia Coutinho e Gislene Natera, doutorandas em Educação, integrantes do NICA/UFSC.

 

Dia 21, sexta-feira

19h, Psicanálise vai ao Cinema

O quarto de Jack

(The room) de Lenny Abrahamson. Canadá, Irlanda, EUA, RU. 2016. 118 min. Drama/Suspense. 14 anos. Com Brie Larson, Jacob Tremblay e Joan Allen.

Ao lado da mãe, um menino de 5 anos não conhece nada além do quarto onde nasceu.

Dia 25, terça-feira

17h, Foco em Cinema

O revelador

(Le révélateur) de Philippe Garrel. França. 1968. 65 min. Drama. 14 anos. Com Laurent Terzieff, Bernadette Lafont e Stanislas Robiolle.

Uma criança de 4 anos funciona como ponto nodal de uma constante fuga epifânica familiar, carregada de símbolos religiosos e de enfrentamento natural e social. Mediação: Bruno Andrade, crítico de cinema.

 

19h, Foco em Cinema

O anjo nasceu

De Júlio Bressane. Brasil. 1969. 90 min. Drama. 14 anos. Com Norma Bengell, Hugo Carvana e Milton Gonçalves.

Santamaria e Urtiga são dois bandidos do Rio de Janeiro que saem pela cidade praticando atos de violência. Santamaria é místico e acredita que, dessa forma, estará se aproximando de um anjo que limpará sua alma. Mediação: Bruno Andrade, crítico de cinema.

 

Dia 26, quarta-feira

19h, ART 7: Robert Bresson e a literatura russa.

O dinheiro

(L’argent) de Robert Bresson. França, Suíça. 1983. 85 min. Drama. Sem classificação. Com Christian Patey, Vincent Risterucci e Caroline Lang.

Um entregador honesto perde o emprego por causa de uma nota falsa que recebeu.

 

Dia 27, quinta-feira

19h, Cine Delas [Floripa]

O cárcere e a rua

De Liliana Sulzbach. Brasil. 2004. 80 min. Documentário. 12 anos.

A vida de três mulheres internas na penitenciária feminina Madre Pelletier, no Rio Grande do Sul. Mediação:

Christiane Maria Castellen, arte-educadora e coordenadora do projeto Construindo (MHSC).

 

Dia 28, sexta-feira

19h, Documentário Histórico

Espaço sagrado

de Geraldo Sarno. Brasil. 1975. 13 min. Documentário. Livre.

O espaço sagrado de um candomblé típico do Recôncavo Baiano, com suas diferentes origens e sincretismos entre etnias africanas e indígenas.

Orixá Ninú Ilê

de Juana Elbein. Brasil. 1978. 25 min. Documentário. Livre.

A organização hierárquica e os conteúdos de um terreiro nagô.

Mediação: Prof. Dr. Rafael Hagemeyer (LIS/UDESC).

 

Dia 29, sábado

14h30, Cidades do amor

Paris, eu te amo

(Paris, je t’aime) de Alfonso Cuarón, Walter Salles e outros. EUA. 2006. 120 min. Comédia/Drama. 12 anos. Com Juliette Binoche, Leonor Watling e Ludivine Sagnier.

Coletânea de 21 curtas sobre a cidade de Paris sob o olhar de diferentes diretores.

 

17h, Cidades do amor

Nova York, eu te amo

(New York, I love you) de Fatih Akin, Mira Nair e outros. EUA. 2008. 103 min. Comédia/Drama. 14 anos. Com Shia LaBeouf, Natalie Portman e Bradley Cooper.

Coletânea de 11 contos sobre a cidade de Nova York sob o olhar de diferentes diretores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.