Outdoors pressionam deputados que votam contra os trabalhadores

2017-04-20 17:22
Outdoors pressionam deputados que votam contra os trabalhadores

Via Rose Brogliato.

Sindicatos de Caxias do Sul intensificaram a campanha contra as reformas da Previdência e Trabalhista, expondo dez outdoors em pontos estratégicos da cidade com fotos de deputados federais que tiveram desempenho eleitoral significativo na Serra Gaúcha e têm votado de forma favorável às reformas do governo Temer, ou seja, contra os direitos dos trabalhadores: Mauro Pereira (PMDB), Alceu Moreira (PMDB) e Danrlei de Deus (PSD).

 “Traidores: querem acabar com a aposentadoria e a CLT” é a principal chamada, além da convocação: “Reaja: 28 de abril é greve geral”.

“Pretendemos exercer pressão sobre eles para que recuem e votem contra essas antirreformas do governo Temer, que retiram direitos históricos da classe trabalhadora e atingem em cheio a categoria docente. Ao mesmo tempo, estamos reforçando a mobilização para a greve geral de 28 de abril contra as reformas da Previdência, Trabalhista e a terceirização sem limites”, afirma a coordenadora de comunicação do Sindicato dos Professores (Sinpro/Caxias), Olga Neri de Campos Lima.

“Precisamos deixar claro para toda a população quem vota contra os trabalhadores”, diz Silvana Piroli, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindiserv). Ela destaca que os outdoors também chamam a Greve Geral contra a retirada de direitos. “Nós, do Sindiserv, não aceitamos essas reforma e alertamos: Nenhum direito a menos!”

Nelso Bebber, da diretoria do Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul e Região, explica os motivos que levaram a entidade a fazer essa denúncia pública: “O governo golpista e ilegítimo de Michel Temer está propondo reformas que tiram direitos e mexem profundamente com a classe trabalhadora e com toda a população. As reformas estão sendo aprovadas no Congresso Nacional, por isso nós queremos que todos os trabalhadores, toda a sociedade saiba quais são os deputados que estão votando para tirar os seus direitos.”

Já o diretor administrativo do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Privado (Sintep/Serra), Ademar Sgarbossa, que é também coordenador da Secretaria de Previdência da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee) afirma que o objetivo dos outdoors é denunciar os deputados que votam contra os trabalhadores e informar aos eleitores de que estão sendo enganados. “As pessoas devem pressionar esses deputados e, se continuarem a favor das reformas, nunca mais votarem neles.”

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) colocou dezenas de outdoors em todo o solo gaúcho, mudando as fotografias conforme as votações regionais.

Foto: Miradoor

Deixe uma resposta