Ministério de Rodrigo Maia já está em formação para o caso de Temer cair

Publicado em: 07/07/2017 às 10:35
RodrigoMaia-EleicaoCamara-FotoSergioLima-31jan2017.
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) Sérgio Lima/Poder360 – 31.jan.2017

Há conversas em curso sobre a equipe de governo a ser montada por Rodrigo Maia (DEM-RJ) caso o presidente Michel Temer seja deposto. Dos 28 ministros atuais, mais da metade tende a ficar na cadeira se o presidente da Câmara assumir o Palácio do Planalto.

O titular da Fazenda, por exemplo, não será trocado. Henrique Meirelles é o principal fiador da política econômica do atual governo junto ao mercado. Dyogo Oliveira, do Planejamento, é dúvida. Ele pode ser trocado por alguém mais bem visto por empresários e investidores. A seu favor, tem a boa vontade de muitos congressistas.

PLANALTO NOVO

Os ministros palacianos serão todos trocados. Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria Geral) e Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) perdem as cadeiras. Não porque Rodrigo Maia desgoste do que fazem. Mas o entendimento é que novas caras (e mais jovens) precisam assumir o comando.

Alguns dos mais jovens são “pule de 10” para permanecer na Esplanada num eventual governo de Rodrigo Maia. Só saem se quiserem os seguintes ministros: Bruno Araújo (Cidades), 45 anos; Fernando Coelho Filho (Minas e Energia), 33; Leonardo Picciani (Esporte), 38; Maurício Quintella Lessa (Transportes), 46; e Mendonça Filho (Educação), 51.

AO SOM DO TANGO

Ficou famoso o jantar de Fernando Collor na China com políticos para planejar sua candidatura a presidente em 1989. O cardápio foi pato laqueado. Agora, é a vez de Rodrigo Maia –foi à Argentina com aliados em um momento em que muitos articulam a troca de governo.

Na comitiva de Maia estão os deputados Benito Gama (PTB-BA); Heráclito Fortes (PSB-PI); Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE); Rubens Bueno (PPS-PR) e Rogério Rosso (PSD-DF).

 

Fonte: Poder 360.

Deixe uma resposta