Banquete + ato: contra a PEC 241, MP 746 e a repressão policial

ticen-14-outubroNesse banquete o prato principal é… os seus direitos.

Semana passada, Michel Temer gastou uma nota num jantarzinho para os deputados federais. E tudo foi pago por você. Na festinha em que nossos direitos foram servidos com risoto de funghi o objetivo era convencer a cacaiada a votar a favor da PEC 241. Esta Proposta de Emenda Constitucional fode a gente por 20 ANOS, congelando os investimentos em serviços públicos como saúde, educação, cultura, assistência social, fiscalização, etc. Tira de quem mais precisa pra continuar pagando juros da dívida pros banqueiros.

Além da PEC do fim do mundo, tem ainda a “reforma” do ensino médio. A Medida Provisória 746 é completamente autoritária pois vem de cima para baixo, não foi discutida com quem realmente importa, estudantes, trabalhadores da educação e comunidade

No governo Temer é assim, tudo empurrado goela a baixo. Você vai aceitar?

Lutamos contra a perda desses direitos, mas neste cenário a polícia serve o lado dos que querem arrancar nossos direitos conquistados até aqui. Quando o governo é ilegítimo, a polícia é carrasco que reprime quem ousa discordar: no ato contra a PEC 241 e a MP 746, (10/out) manifestantes foram violentamente reprimidos pela Polícia Militar de Santa Catarina.

Bombas de efeito moral, gás lacrimogêneo e centenas de balas de borracha foram disparadas contra as pessoas, um arsenal de guerra utilizado contra uma manifestação pacífica, arsenal esse pago com dinheiro público. Com um saldo de mais 10 pessoas feridas,e três prisões políticas de manifestantes acusados indevidamente.

Nossa luta será na rua e fazendo o que sabemos melhor: um banquete de escracho que expressa nossa indignação diante da PEC 241, MP 746 e da violência policial. Não podemos nos calar enquanto esse governo golpista devora nossos direitos!

Fonte: Facebook.

Você precisa estar logado para postar um comentário Login