A Mostra Universitária de Processos Teatrais continua no mês de maio

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Mostra Universitária de Processos Teatrais consiste da apresentação de composições teatrais realizadas nos semestres 2017/2 e anteriores por alunos e egressos do departamento de Teatro.

Ela ocorrerá às quintas, sextas-feiras e sábados 12 e 19 de Maio de 2018 e contará com a apresentação de 13 produções surgidas no ambiente acadêmico e visa possibilitar um espaço de circulação e fruição de bens culturais produzidos no âmbito desta universidade, pretende-se atrair espectadores da comunidade acadêmica e entorno.

A intenção da mostra é construir-se como um processo contínuo, possibilitando estes espaços durante todo o ano.

Pretende-se também, criar novos espaços potenciais de teatro, através da manutenção de pautas contínuas em espaços teatrais de escolas de artes e outros,  e possibilitando, também a circulação de espetáculos que sejam fruto de pesquisas autônomas de estudantes e/ou professores dos cursos de licenciatura, Mestrado e Doutorado em teatro UDESC.

No Ceart Udesc e na Feira Viva a Cidade a programação é gratuita com retirada de ingresso 30 minutos antes de cada apresentação em caso de espaços fechados, já nas sedes da Cia Vanguarda e da Escola Aktoro, os ingressos custam R$20 inteira e R$10 a meia entrada, com venda de ingressos no local

Agenda:

 

 

Kandace é um duo que investiga as relações entre arte e política, com recorte de raça, gênero e sexualidade e desenvolveu no ano de 2017 uma Performance Rap Pocket Show dentro do processo da disciplina de interpretação 4 da aluna Mariana Franco, apresentado no dia 3 apenas como KANDACE

Tia Glaucéria faz Picadinho é uma remontagem de um monólogo da atriz e Mestre em Teatro pela Udesc Arlette Souza e Souza, que partiu de investigações feitas dentro do Bando de Arte Livre Van Der Ground, composto por alunos e egressos do curso de Licenciatura em teatro da Udesc.

Dona Augusta, é fruto da pesquisa da Cia Mosca Teatral, um coletivo criado por alunos do curso de Teatro em 2017 e que pesquisam linguagens como burlesco, cabaret e clown

Sob Medida é fruto das disciplinas de direção 1 e 2 da Aluna Gaya Colzani, que pesquisa performatividade e o corpo gordo.

Galã Delon é a performance do ator e licenciando Felipe Ferreira Ferro, que investiga as relações da comicidade, dança, arquitetura e afetos.

(In)Conformado é o resultado da disciplina de interpretação 3 de Guilherme Trautmann, e consiste de um solo dramático produzido a partir de colagens de discursos religiosos e vivências pessoais no que trata à sexualidade e religião.

Brincarueira é um experimento cênico poético musical a partir de cantigas e da palhaçaria, fruto da pesquisa do Trio Arroz de Festa que é composto por uma doutoranda e dois egressos do curso.

O espetáculo CULTivando inimigos é fruto da disciplina de Direção Teatral de 2016 do licenciado em Teatro Mikhael Sanchez, e parte das investigações deste com as relações entre comicidade, ilusionismo e cena.

Analógica é o resultado das disciplinas de direção 1 e 2 do ano de 2017 da Aluna Juliana Krause, e os espetáculos E a Avenca Partiu e Bela, são resultados da disciplina de interpretação 3 dos discentes Bruna Ferraccioli e Ale Berra

Portanto, esta mostra acontece a partir da necessidade de um aluno em experimentar processos de produção, apoiado pelo Departamento de Teatro e professores Meire Silva, Henrique Bezerra, Fátima Costa Lima, Fabiana Lazzari, José Ronaldo Faleiro (que assinam os termos de responsabilidade dos espaços) e do Técnico de Iluminação Ivo Godois e bolsistas pelo apoio técnico importantíssimo, além dos grupos participantes e de outros professores, técnicos e estudantes que apoiam de maneira indireta.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.