Vem de Cuba: O impacto do Mais Médicos no interior do Brasil [assista on-line]

Com o objetivo de descobrir a realidade do programa Mais Médicos, implantado pelo governo de Dilma Rousseff em 2013, André Neves Sampaio e Felipe Rousseaux de Campos Mello, recém formados em jornalismo, junto com o fotógrafo José Vessoni, entraram em contato com Raúl Hernadez e Marlon Marinho, dois médicos cubanos integrantes do programa na cidade litorânea de São Miguel do Gostoso, Rio Grande do Norte, para retratar o dia a dia destes profissionais com a comunidade local.
O resultado foi a produção do documentário Vem de Cuba – Um retrato do programa Mais Médicos em São Miguel do Gostoso, produzido de maneira independente e lançado online na segunda-feira (25).
O filme mostra a relação dos médicos estrangeiros com os moradores da comunidade interiorana do Brasil, as principais dificuldades de se implantar a medicina preventiva em uma cidade tão pequena quanto influenciada pela religiosidade e os impactos do programa na vida dos brasileiros atendidos.
Com duração de 41 minutos, o documentário também retrata os médicos não só em seu ambiente de trabalho, como também em suas respectivas vidas sociais.

Vale lembrar que o programa Mais Médicos foi criticado por médicos brasileiros, durante o seu lançamento, por “importar” médicos cubanos para trabalharem no Brasil, devido à falta de profissionais da saúde no interior do país. Mas o documentário mostra justamente o contrário: o impacto e a diferença que os médicos cubanos tiveram na saúde da população que vive no interior do Brasil.
Assista:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.