Trabalhadores terceirizados do TJ ameaçados de demissão

O Sindicato dos Servidores do Judiciário – SINJUSC protocolou na semana passada, no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, oficio com um pedido de providencias a respeito da ameaça de demissão de trabalhadores terceirizados das empresas Liderança e Plansul que atuam no TJ.

Segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados SINDPD-SC, os trabalhadores ameaçados são os mesmos que, ligados a empresa RBM, atuavam sem carteira assinada no arquivo do TJ. Pedidos idênticos foram protocolados também no Ministério Público do Trabalho e na Assembléia Legislativa.

Em fevereiro desse ano, veio à tona uma denuncia de trabalhadores da Empresa RBM atuando sem vínculo empregatício no Arquivo Central do TJ. O caso foi inclusive, tema de audiência pública na Assembléia Legislativa em maio da qual participaram, representando o TJ, o juiz de 2º Grau, Saul Steil e o assessor da presidência, Júlio Ferreira de Melo.

A partir disso, esses trabalhadores reunidos, e que estavam tendo seus direitos trabalhistas lesados passaram a ingressar com ações trabalhistas contra a RBM. Ocorre que estes mesmos trabalhadores atuam no arquivo do TJ também para outras duas empresas terceirizadoras, Liderança e Plansul, que em atitude de retaliação, conforme relatado, ameaçam de demissão aqueles que insistirem em dar continuidade aos processos contra a empresa RBM.

No ofício protocolado no gabinete do Juiz, Saul Steil, endereçado ao presidente do TJ desembargador Cláudio Dutra o SINJUSC pede que o Tribunal atue diretamente na garantia dos direitos dos trabalhadores ameaçados.

Solicitações idênticas foram entregues ao Promotor do Ministério Público do Trabalho, Sandro Sardá e à Deputada Angela Albino que presidiu a Audiência Público na Alesc onde o assunto foi discutido.

Fonte: Sinjusc

Foto: Rubens Lunge. Presidente do Sinjusc, Claudio Del Pra Netto pede providências ao o juiz de 2º Grau, Saul Steil do Tribunal de Justiça

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.