Síria registra novos conflitos após acordo para eliminação de armas químicas

A Síria registrou novos conflitos neste domingo (15), após o acordo entre os Estados Unidos e a Rússia para eliminação do arsenal de armas químicas no país. Segundo informações da agência russa de notícias Itar-Tass, tropas do governo sírio iniciaram ontem (14) e continuaram neste domingo uma operação para retirar rebeldes da milícia islâmica Al Nusra de Maaloula, cidade cristã da Síria.

De acordo com a agência, o Exército sírio conseguiu tomar a cidade no sábado, mas os rebeldes continuaram a combater abrigados em um desfiladeiro. Esta manhã, aproximadamente 100 homens armados fizeram uma tentativa de entrar em uma vila vizinha, mas foram repelidos e mortos pelas tropas do governo. O restante dos rebeldes tentou sair do desfiladeiro e entrou em combate com as forças do regime de Bashar Al Assad.

Um oficial superior do exército sírio informou que somente hoje as forças do governo teriam matado de 300 a 400 rebeldes. Há perdas do lado das tropas do governo também. O oficial disse que a intenção é retirar os militantes da cidade em dois dias.

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, chegaram ontem (14) a acordo sobre um plano de eliminação das armas químicas sírias. O acordo dá uma semana a Damasco para apresentar a lista das armas e prevê a adoção de uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o assunto. Inspetores entrarão na Síria até novembro com o objetivo de eliminar as armas químicas do país até meados de 2014.

Fonte: Agência Brasil.

info_siria01

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.