Se homens fossem descritos nos livros como mulheres são, seria bizarro assim

Por Jasmin Nahar.

1. Eles falariam sobre testículos de um jeito duvidosamente obsessivo.

"João levantou-se de sua cama, agudamente consciente da sensação das suas bolas roçando nas suas coxas. Ele tem bolas, vejam só, bolas com o formato de esferas, quase como o tipo de bolas com que se pratica esportes. Elas balançavam delicadamente, penduradas em seu corpo como enfeites em uma árvore de Natal, e certamente havia algo festivo em João nesta manhã específica. Enquanto ele andava rumo ao chuveiro, suas bolas se encolheram com o frio, antes de serem envolvidas pela água cálida e ensaboada. Sim, John tinha belas bolas, e que bolas."
Jasmin Nahar / BuzzFeed / Getty Images

“João levantou-se de sua cama, agudamente consciente da sensação das suas bolas roçando nas suas coxas. Ele tem bolas, vejam só, bolas com o formato de esferas, quase como o tipo de bolas com que se pratica esportes. Elas balançavam delicadamente, penduradas em seu corpo como enfeites em uma árvore de Natal, e certamente havia algo festivo em João nesta manhã específica. Enquanto ele andava rumo ao chuveiro, suas bolas se encolheram com o frio, antes de serem envolvidas pela água cálida e ensaboada. Sim, John tinha belas bolas, e que bolas.”

2. Assim como mamilos. Tudo levaria de volta aos mamilos.

"Luís pôde sentir seus mamilos tocando em sua camisa de trabalho. Enquanto ele caminhava até o escritório, a brisa do dia de outono os mordiscava. Guiado por seus mamilos eretos, Luís adentrou o prédio com seus mamilos à frente, aparentes como faróis. Ele apertou o botão do elevador, o botão redondo que era circular como as aréolas que faziam parte de seus mamilos. O elevador subiu, significando que seus mamilos, ainda presos em seu corpo, também subiram. Ao descer do elevador, sua bolsa roçou no tecido contra os seus mamilos, que estavam bastante eriçados."
Jasmin Nahar / BuzzFeed / Getty Images

“Luís pôde sentir seus mamilos tocando em sua camisa de trabalho. Enquanto ele caminhava até o escritório, a brisa do dia de outono os mordiscava. Guiado por seus mamilos eretos, Luís adentrou o prédio com seus mamilos à frente, aparentes como faróis. Ele apertou o botão do elevador, o botão redondo que era circular como as aréolas que faziam parte de seus mamilos. O elevador subiu, significando que seus mamilos, ainda presos em seu corpo, também subiram. Ao descer do elevador, sua bolsa roçou no tecido contra os seus mamilos, que estavam bastante eriçados.”

3. Os homens ronronariam em vez de falar, e seriam bastante comparados com gatos.

"Nilton esgueirou-se até o bar, quase saltitando. 'Com licença', ronronou, passando o dedo sedutoramente na borda de seu copo, 'pode me servir outro deste?' O barman sorriu, cativado pelos olhos felinos e pela atitude sensual de Nilton. Ele exalava sofisticação e magnetismo com um quê de indiferença. Nilton era um gatinho sensual, não havia dúvidas quanto a isso."
Jasmin Nahar / BuzzFeed / Getty Images

“Nilton esgueirou-se até o bar, quase saltitando. ‘Com licença’, ronronou, passando o dedo sedutoramente na borda de seu copo, ‘pode me servir outro deste?’ O barman sorriu, cativado pelos olhos felinos e pela atitude sensual de Nilton. Ele exalava sofisticação e magnetismo com um quê de indiferença. Nilton era um gatinho sensual, não havia dúvidas quanto a isso.

4. Ao escrever personagens em primeira pessoa, eles descreveriam seus corpos de maneiras que literalmente nenhum ser humano real neste planeta se descreveria.

"Me olho no espelho e coloco meu pinto voluptuoso em uma cueca boxer que cai muito bem em mim. As pessoas enlouquecem quando me veem e eu sou bem do tipo parar o trânsito, especialmente quando desabotoo a minha camisa e permito que os pelos do meu peito, delicadamente cacheados como o cabelo de um anjo pré-rafaelita, sobressaiam-se convidativamente. Desfilo propositalmente rua abaixo com minhas pernas torneadas, ancoradas pelos meus pés fortes e masculinos que convidam mais do que alguns olhares galanteadores. Baristas costumam me oferecer café de graça, tudo por causa da minha beleza, que é notável sem ser excessivamente intimidadora."
Jasmin Nahar / BuzzFeed / Getty Images

Me olho no espelho e coloco meu pinto voluptuoso em uma cueca boxer que cai muito bem em mim. As pessoas enlouquecem quando me veem e eu sou bem do tipo parar o trânsito, especialmente quando desabotoo a minha camisa e permito que os pelos do meu peito, delicadamente cacheados como o cabelo de um anjo pré-rafaelita, sobressaiam-se convidativamente. Desfilo propositalmente rua abaixo com minhas pernas torneadas, ancoradas pelos meus pés fortes e masculinos que convidam mais do que alguns olhares galanteadores. Baristas costumam me oferecer café de graça, tudo por causa da minha beleza, que é notável sem ser excessivamente intimidadora.”

5. Se eles não fossem brancos, haveria um monte de referências a comidas exóticas.

"Sua pele tinha a cor de um pão indiano dourado; em seus olhos, salpicos de açafrão-da-terra iluminavam-se e refletiam-me de volta. Seu cabelo era preto da cor do azeviche, fluindo como o Rio Ganges em sua terra ancestral da Índia. Seu corpo era bronzeado com picos e depressões em todos os lugares certos, como um deserto desses que existem no Oriente Médio, que não é tão longe assim da Índia quando paramos para pensar. Seus dentes eram de um branco perolado e leitoso como uma tigela convidativa de rasmalai, e seus braços fortes como o canto crocante de uma samosa. Ele era de uma beleza exótica, se é que isso já existiu."
Jasmin Nahar / BuzzFeed / Getty Images

“Sua pele tinha a cor de um pão indiano dourado; em seus olhos, salpicos de açafrão-da-terra iluminavam-se e refletiam-me de volta. Seu cabelo era preto da cor do azeviche, fluindo como o Rio Ganges em sua terra ancestral da Índia. Seu corpo era bronzeado com picos e depressões em todos os lugares certos, como um deserto desses que existem no Oriente Médio, que não é tão longe assim da Índia quando paramos para pensar. Seus dentes eram de um branco perolado e leitoso como uma tigela convidativa de rasmalai, e seus braços fortes como o canto crocante de uma samosa. Ele era de uma beleza exótica, se é que isso já existiu.”

6. Às vezes, haveria personagens masculinos esquisitos, mas adoráveis e cheios de vida, que ajudariam a personagem feminina reprimida a descobrir seu eu verdadeiro.

"Henrique tinha a pele juvenil e viçosa e os lábios naturalmente lustrosos de alguém bem mais jovem do que realmente era. Ele deixou escapar um risinho irônico, suas calças largas ondulando com a brisa. Seus olhos eram como pires enormes e cheios de inocência fixados no rosto de uma boneca de porcelana. 'Você nunca teve vontade de fazer uma loucura antes?', perguntou, com um quê de anseio na voz. 'Vamos fazer uma loucura agora mesmo!' Ele pegou Sara, sua namorada melindrosa e reprimida, pela mão e correu pelo shopping center saltitando e cantando. 'Isso não é divertido? Às vezes, a vida é inesperada!' Sara soube instantaneamente que este homem era a cura para o seu tédio."
Jasmin Nahar / BuzzFeed / Getty Images

“Henrique tinha a pele juvenil e viçosa e os lábios naturalmente lustrosos de alguém bem mais jovem do que realmente era. Ele deixou escapar um risinho irônico, suas calças largas ondulando com a brisa. Seus olhos eram como pires enormes e cheios de inocência fixados no rosto de uma boneca de porcelana. ‘Você nunca teve vontade de fazer uma loucura antes?’, perguntou, com um quê de anseio na voz. ‘Vamos fazer uma loucura agora mesmo!’ Ele pegou Sara, sua namorada melindrosa e reprimida, pela mão e correu pelo shopping center saltitando e cantando. ‘Isso não é divertido? Às vezes, a vida é inesperada!’ Sara soube instantaneamente que este homem era a cura para o seu tédio.”

7. Eles seriam fetichizados por gostar de coisas estereotipadamente “femininas” e por serem “apenas uma de nós, garotas.”

"Léo não era como os outros caras normais e sem graça. Ele gostava de esmaltes, comédias românticas e de beber prosecco. Enquanto a maioria dos homens fazia questão de falar sobre cerveja e esportes, ele era praticamente uma de nós, garotas. Ele conseguia virar uma taça de vinho tinto como as melhores delas e, quando testávamos seu conhecimento sobre 'Mulheres Ricas', ficava claro que ele não tinha simplesmente pesquisado sobre o programa no Google. Ele até mesmo estava a par das 'noites só para mulheres', onde ele caía na farra tanto quanto as moças, e comia chocolate sem ganhar um quilo sequer. Ele era o homem dos sonhos de toda mulher, totalmente diferente dos outros homens."
Jasmin Nahar / BuzzFeed / Getty Images

“Léo não era como os outros caras normais e sem graça. Ele gostava de esmaltes, comédias românticas e de beber prosecco. Enquanto a maioria dos homens fazia questão de falar sobre cerveja e esportes, ele era praticamente uma de nós, garotas. Ele conseguia virar uma taça de vinho tinto como as melhores delas e, quando testávamos seu conhecimento sobre ‘Mulheres Ricas’, ficava claro que ele não tinha simplesmente pesquisado sobre o programa no Google. Ele até mesmo estava a par das ‘noites só para mulheres’, onde ele caía na farra tanto quanto as moças, e comia chocolate sem ganhar um quilo sequer. Ele era o homem dos sonhos de toda mulher, totalmente diferente dos outros homens.”

8. Homens com mais de 40 anos seriam velhos decrépitos com inveja de quaisquer rapazes que vissem.

"David avaliou seu reflexo e ficou assustado com o corpo envelhecido e flácido à sua frente. Ele estava na idade madura de 41 anos, bem além do seu apogeu sexual e considerado invisível por todos. Ele suspirou, recordando-se da beleza que um dia havia chamado a atenção em sua juventude, uma juventude que havia acontecido no que parecia ter sido várias vidas atrás. Um rapaz e sua namorada passaram por ele e, com eles, veio uma onda forte de nostalgia. 'Já fui desejado um dia', pensou David, arrastando pateticamente o seu corpo decrépito."
Jes2ufoto / Getty Images

“David avaliou seu reflexo e ficou assustado com o corpo envelhecido e flácido à sua frente. Ele estava na idade madura de 41 anos, bem além do seu apogeu sexual e considerado invisível por todos. Ele suspirou, recordando-se da beleza que um dia havia chamado a atenção em sua juventude, uma juventude que havia acontecido no que parecia ter sido várias vidas atrás. Um rapaz e sua namorada passaram por ele e, com eles, veio uma onda forte de nostalgia. ‘Já fui desejado um dia’, pensou David, arrastando pateticamente o seu corpo decrépito.

9. A autora não faria ideia de como os corpos dos homens realmente funcionam.

"Carlos precisava urinar desesperadamente. Ele fez como todos os homens fazem, e plantou bananeira sobre a privada, com sua cabeça dentro do vaso antes que a urina jorrasse de seus olhos. Sabem como é, os homens não são como as mulheres, com suas uretras descomplicadas; o corpo masculino é um terminal complexo de tubos, carne, pele e tendões, todos conectados para levarem a este momento. Enquanto as mulheres podem até mesmo urinar debaixo do chuveiro, homens são incapazes de fazer isso, podendo escorregar e cair enquanto plantam bananeira."
Jasmin Nahar / BuzzFeed / Getty Images

“Carlos precisava urinar desesperadamente. Ele fez como todos os homens fazem, e plantou bananeira sobre a privada, com sua cabeça dentro do vaso antes que a urina jorrasse de seus olhos. Sabem como é, os homens não são como as mulheres, com suas uretras descomplicadas; o corpo masculino é um terminal complexo de tubos, carne, pele e tendões, todos conectados para levarem a este momento. Enquanto as mulheres podem até mesmo urinar debaixo do chuveiro, homens são incapazes de fazer isso, podendo escorregar e cair enquanto plantam bananeira.”

10. E elas descreveriam homens adultos como se fossem animaizinhos frágeis.

"Timóteo era meramente uma coisinha frágil. Ele alongou seus braços para revelar a pele firme e leitosa de seu ventre. Ele pestanejou seus cílios longos e espessos e, neste momento, fui possuída por um instinto quase maternal de proteger dos males do mundo o seu corpo frágil como o de um filhote de passarinho. Sim, ele era um homem de 32 anos, mas era na verdade mais um rapaz de 20 anos no corpo de alguém mais velho. Ele parecia um corvo nascido meros dias atrás, e tudo o que eu sentia era a esperança de poder cuidar dele e talvez alimentá-lo com comida regurgitada, como a avezinha que ele era."
Jasmin Nahar / BuzzFeed / Getty Images

“Timóteo era meramente uma coisinha frágil. Ele alongou seus braços para revelar a pele firme e leitosa de seu ventre. Ele pestanejou seus cílios longos e espessos e, neste momento, fui possuída por um instinto quase maternal de proteger dos males do mundo o seu corpo frágil como o de um filhote de passarinho. Sim, ele era um homem de 32 anos, mas era na verdade mais um rapaz de 20 anos no corpo de alguém mais velho. Ele parecia um corvo nascido meros dias atrás, e tudo o que eu sentia era a esperança de poder cuidar dele e talvez alimentá-lo com comida regurgitada, como a avezinha que ele era.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.