Queiroz pagou R$ 64 mil em dinheiro vivo por cirurgia no Albert Einstein

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro ficou internado de 30 de dezembro de 2018 a 8 de janeiro de 2019 para retirada de um câncer de colon.

Foto: MPF

Reportagem de Chico Otavio e Gustavo Schmitt, nesta sexta-feira (24) no jornal O Globo, revela que o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), Fabrício Queiroz, pagou em dinheiro vivo os R$ 64,58 mil da cirurgia para retirada de um câncer de colo que realizou no hospital israelita Albert Einstein, em São Paulo. O pagamento foi feito em 14 de fevereiro.

O ex-motorista alegou que o montante quitado em dinheiro vivo estava guardado em sua casa para amortizar o financiamento de um apartamento na Taquara, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. O dinheiro foi entregue à tesouraria do hospital pela mulher de Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar.

O advogado de Queiroz, Paulo Klein, garantiu que o cliente tem como comprovar os valores movimentados.

Na nota fiscal eletrônica, a qual os jornalistas tiveram acesso, o Einstein informa que Queiroz ficou internado de 30 de dezembro de 2018 a 8 de janeiro de 2019. O tipo de internação foi “clínica médica”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.