Prefeitura lança “novo” edital do transporte!

10120_tarifa_onibus

A prefeitura de Florianópolis publicou ontem o edital para a licitação do transporte coletivo da cidade. O MPL solicitou diversas vezes que este documento fosse apresentado com antecedência para que a população pudesse participar diretamente de sua elaboração, afinal é a população quem sofrerá diariamente com as consequências dessas medidas. Tal pedido foi veementemente negado pela prefeitura e o edital se apresenta agora como um documento pronto. O “novo” edital, que promete acabar com as mazelas da mobilidade em Florianópolis, não faz mais do que oficializar o monopólio das empresas já existentes e garantir a continuidade de um sistema que explora o direito de ir e vir da população em nome do lucro. Além disso, a licitação pode gerar a demissão de mais de 2 mil trabalhadores/as que hoje operam como cobradores nos ônibus. A que interesses responde tais medidas???

Leia abaixo o edital e seus anexos e tire suas próprias conclusões. Também reproduzimos aqui a carta aberta do Sintraturb sobre o documento.

Edital: EDITAL

Anexos: mplfloripa

Carta aberta à população de Florianópolis – SINTRATURB

Em respeito à população de Florianópolis, o Sintraturb comunica a todos(as) que, em Assembléia realizada no último dia 22/09, a categoria decidiu manter a JORNADA DE LUTAS CONTRA OS PATRÕES e sua ganância. Numa histórica decisão, o TRT/SC MANTEVE TODAS AS CONQUISTAS que obtivemos nos últimos anos. Mas a campanha salarial CONTINUA em torno de questões não apreciadas pelo Tribunal do Trabalho, como a diminuição do INTERVALO diário. O segmento patronal RECORREU da decisão para não cumpri-la por inteiro. Além do que, se nega a negociar as questões não julgadas e, por isso, novas paralisações poderão ocorrer por parte dos(as) trabalhadores(as).

Lamentamos o transtorno e expectativa gerados pela imprensa, que noticiou de maneira irresponsável a possibilidade de uma nova greve a partir da última segunda-feira. O sindicato em momento nenhum declarou que iria realizar nova greve.

Também faltaram com a verdade os órgãos de imprensa que noticiaram uma assembléia esvaziada. Com toda a chuva dos últimos dias e sendo uma reunião só de avaliação, no último Domingo reunimos 1.032 companheiros(as). Isso mostra a unidade da categoria e a força da decisão tomada. Reunimos no Domingo a noite por ser um horário em que o maior número de trabalhadores(as) pode participar. Isso é democracia e participação, ao contrário do que faz o prefeito Cesar Souza Jr, que chama “audiências públicas” às 8 horas da manhã de uma segunda-feira, quando a esmagadora maioria do povo NÃO PODE COMPARECER.

A JORNADA DE LUTAS aprovada pela assembléia servirá, também, para estabelecer um AMPLO DEBATE COM O POVO sobre o processo de Licitação do Transporte em Florianópolis. Além de NÃO PERMITIR A PARTICIPAÇÃO popular, a forma dessa licitação está muito mais próxima de uma FARSA do que um instrumento para escolha de empresas melhores para prestar o serviço.

O prefeito fala em LOTE ÚNICO e em outras medidas que, na prática significam:

1 – As atuais empresas farão UM CONSÓRCIO que ganhará a farsa de licitação;

2 – As MESMAS EMPRESAS continuarão explorando o povo e nosso trabalho, com SEGURANÇA JURÍDICA por mais algumas décadas;

3 – O prefeito vai usar dessa farsa para fazer campanha eleitoral dizendo ter feito algo inédito;

4 – Vai acabar a função de cobrador(a). Com isso a sociedade PERDE MAIS DE 2.200 EMPREGOS (vai ser estendida a medida para toda região);

5 – Sem cobradores(as) dentro dos veículos, será o motorista quem fará as duas funções, o que atrasará, ainda mais, as viagens, aumentará o risco de acidentes, deixará as pessoas dentro dos veículos sem nenhuma segurança, informações, auxílio a quem tenha dificuldades de locomoção, esteja com sacolas e crianças etc

Os únicos que ganham com a demissão dos cobradores são os patrões!

Ônibus cada vez mais chiques e raros

Para tentar enganar a população, alguns ônibus novos, com telas de LCD, ar condicionado e outras traquitanas estão sendo colocados em circulação. Estes veículos são MUITO MAIS CAROS que os convencionais, o que deixa a tarifa mais alta. Não adianta ter ônibus chique e a gente andar feito sardinha em lata dentro dele. Mais vale dois ônibus simples, em mais horários, do que um ônibus bonitão com horários escassos.

A licitação, do jeito que vem sendo apresentada pela Prefeitura, mudará apenas as cores dos ônibus, pois tudo permanecerá como hoje, ou ainda, pior. Não estamos sozinhos. O SINTRATURB, junto a outras organizações do campo popular, estão dispostos a levar a luta por um transporte decente para os trabalhadores e para a população até as últimas consequências. Quem mora na região também deve entender que estes desmandos que ocorrem na capital, amanhã ocorrerão na sua cidade.

Além do LOTE ÚNICO que oficializa o monopólio das mesmas empresas, a taxa de lucro anunciada será de 6% sobre as tarifas, quando a média nacional é 4,5%. Nem os bancos têm tanto lucro garantido em lei. Não podemos concordar com isso, e por isso, pedimos o apoio e compreensão da população de Florianópolis.

O Sindicato comunica ainda que, a partir de agora, passará a convocar a população nos bairros, em assembleias populares, para discutir os problemas do transporte coletivo e encontrarmos, juntos, um caminho alternativo a atual proposta de licitação do sistema.

Florianópolis

22 de setembro de 2013

Fonte: mplfloripa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.