Povo Wassu Cocal em luta pelos seus direitos

Indígenas da comunidade Wassu Cocal interditam a BR 101-AL por melhorias na educação e na saúde. Foto: Rosineide Wassu
Indígenas da comunidade Wassu Cocal interditam a BR 101-AL por melhorias na educação e na saúde. Foto: Rosineide Wassu

Por Rubens Lopes.

Indígenas da comunidade Wassu Cocal no município de Joaquim Gomes, Alagoas, interditaram a BR 101-AL na manhã de quarta-feira (19), numa atividade de protesto. Eles  reivindicam melhorias na educação e na saúde, além da batalha pela ampliação do território, contra os retrocessos do governo de Michel Temer e seu posicionamento em militarizar a Fundação Nacional do Índio (Funai).

Outra exigência é uma resposta dos representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) sobre indenização devida à Aldeia Pedrinha localizada às margens da BR, que até agora não foi paga. Essa indenização deveria ser repassada pelo fato de a BR estar sobre a terra indígena. As obras foram feitas, a estrada está pronta e os Wassu Cocal não tiveram qualquer retorno.

O povo Wassu Cocal vive no estado de Alagoas numa terra que foi conquistada ainda no época da Guerra do Paraguai, quando homens dessa etnia conformaram o exército brasileiro.

Fonte: IELA.

Você precisa estar logado para postar um comentário Login