Pé livre

Por Rosangela Bion de Assis, para Desacato.info.

A velhinha prosseguia, porque ainda não era tão tarde assim. Fazia pouco havia se presenteado com novas lentes e podia ver o que antes era névoa. Passou pelos calças azuis sentados no chão. E pensar que eles erguiam tanto conforto e não tinham sequer onde descansar o corpo depois de comer.

Quem poderia compreender que não desejasse sossego? Observou os capacetes amarelos despontando do alto do prédio, nas janelas já delimitadas perfeitamente pelo concreto. Seguia só, mas era acompanhada por milhares, e tinha a paixão renovada, após três horas conversando sobre a utopia com sua turma.

Só o corpo lhe doía, o pensamento seguia cada dia mais nítido. Outro dia percebeu que entre os blusas cinzas, um havia retirado as botas pretas e exibia feliz o pé livre. Olhou suas chinelas caramelo e seguiu rumo ao imprevisível.

 

Rosangela Bion de Assis é jornalista, poetisa e presidenta da Cooperativa Comunicacional Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.