O Golpe ataca de novo

 

Desacato.info

Hoje, pela manhã e nos inícios da tarde, o povo hondurenho voltou a viver os dias de horror das primeiras semanas da ditadura imposta pela oligarquia e pelos Estados Unidos e que foi dirigida pelo ditador Roberto Micheletti Baim. O governo de Porfírio Lobo atacou a manifestação pacífica de professores e estudantes, que reclamam contra a tentativa de privatizar a educação e pelo pagamento de salários que, em alguns casos,  tem um atraso de mais de um ano.

A polícia e os militares atacaram o povo com gases lacrimogênios, e golpes, produzindo feridos e pessoas com asfíxia. O viúvo da estudante Wendy Avila, que morreu por gases tóxicos lançados em 2009 contra a Embaixada do Brasil foi preso e ainda está na delegacia. Esta foi a repressão mais violenta desde o fim formal do golpe de Estado e desde que se iniciou o governo de Porfirio Lobo Sosa, não aceito pela maioria dos países da Unasul, inclusive pelo Brasil.

Redação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.