Monólogos Cotidianos – É moleque, mas sabe o que faz

Foto: Pixabay

Por Guigo Ribeiro, para Desacato.info.

– Ué… roubou? Matou? Fez merda? Vai ter que pagar! Tá na hora de parar de história que é menino, que é jovem e não teve oportunidades. Afinal… as oportunidades são iguais pra todos! Todos! Todos são iguais! Não sei como é possível perder tempo discutindo sobre isso. Põe logo esses moleques na cadeia de adulto e joga a chave fora, ué. Assim a gente economiza tempo, dinheiro e saúde. Vamos dedicar tempo e esforço no que realmente vale a pena? Porque esses moleques não têm jeito. “ah… mas ele acabou de completar 14, 15, 16 anos e é jovem demais, não sabe o que faz”… por favor! Todo mundo sabe o que faz desde sempre! Você é responsável e dimensiona os próprios atos já na barriga da mãe! A cada esquina que você vai, tem uma escola. A vaga tá lá pra todo mundo que quer estudar e ter um futuro melhor. E nem acho que existe diferença pra quem é de escola pública e particular. O que faz o futuro é o aluno. Quanto mais a gente passar a mão na cabeça, mais vai dar comida pro monstro. Assiste um jornal pra você ver. Assiste! É direto e reto. Molecada causando porque sabe que não vai ser preso, sabe que não vai dar nada. Faz 18 anos e tá na rua de novo pra fazer algo pior. Pelo amor de Deus! Esse mundo tá acabando! Só pode! No sistema atual, o menor cai na cadeia, estuda, come do bom e do melhor, tem cama quentinha enquanto quem se ferrou pela cagada que ele fez lida com o prejuízo. Isso é justo? De jeito nenhum! Por isso que acho que as leis têm que serem mais severas, sabe? Sem fazer caso de idade. Se cometeu crime, paga pelo crime e acabou. Joga com os malandros velhos, aqueles que também não tem jeito, e larga lá tudo junto apodrecendo. Você vai ver se a sociedade não melhora na hora! Se dá escola e não aproveita, dá uma cadeia! Cada um escolhe o lugar que quer morar. Parar de conversa fiada! Por isso que não corri esse risco. Fui pai presente sempre e não formei desajustados. Deve estar aí o segredo. Meus filhos nunca deram trabalho. Dei do bom e do melhor. Vê se foram nesse caminho? Nunca! Nunca admitiria! Daria logo uma surra e colocaria no lugar. Porque isso também é falta de porrada! É sim! Porrada bem dada. Aquela pra deixar mancando. Jamais! Os meus filhos sempre estudaram em bons colégios e viraram pessoas de bem. Pessoas que andam pelo justo, pelo certo. Não esses largados por aí. Minha casa não! Inclusive, por isso pago pra eles estudarem fora do país! Se esses moleques quisessem, conseguiriam também! Mas não. Ficam fazendo merda!

Guigo RibeiroGuigo Ribeiro é ator, músico e escritor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.