Mãos: mais lutas do que discursos, mais flores do que ódio. Por Claudia Weinman.

Por Claudia Weinman, para Desacato. info.

Quando as flores do jardim de casa murcharam e se foram, não sei se pelo frio ou outro motivo, minha mãe as trouxe, em cores e formatos para que eu as tivesse em meus cabelos todos os dias.

Não são iguais as do jardim porém, são belas demais para que eu pudesse recusar. São feitas por mãos que conhecem a terra, os chás, a vida.

Mãos que nunca condenaram e machucaram ninguém. São mãos que de tamanha sabedoria e lindeza, produzem mais flores do que ódio, mais luta do que discursos, mais amor do que violência.

São flores e as tenho em meus cabelos e a Renate, é minha mãe, a dona de tamanha sabedoria e subversão.

_

Claudia Weinman é jornalista, vice-presidenta da Cooperativa Comunicacional Sul. Militante do coletivo da Pastoral da Juventude do Meio Popular (PJMP) e Pastoral da Juventude Rural (PJR).

A opinião do autor/a não necessariamente representa a opinião de Desacato.info.
#Desacato13Anos #SomandoVoze

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.