Incêndio criminoso ameaça terra indígena Morro dos Cavalos e a Aldeia Pirá Rupá (SC)

Fogo criminoso consome Serra do Tabuleiro e ameaça o Território Indígena Morro dos Cavalos, do povo Guarani, em Palhoça, Santa Catarina

Devastação foi denunciada hoje cedo nas redes sociais pela comunidade Guarani e entidades apoiadoras:

“Incêndio criminoso ameaça terra indígena Morro dos Cavalos e a Aldeia Pirá Rupá, ambas Guarani.

Hoje começaram os incêndios aqui próximo a nossa aldeia, em Palhoça, Santa Catarina.

São incêndios criminosos, grileiros de terras articulados com a indústria da construção civil e antindigenas visam roubar nossas terras e erguer condomínios na área do parque Estadual Serra do Tabuleiro.

A omissão proposital do governo federal e do governo estadual, a sensação de impunidade devido ao parcialismo do judiciário causaram perdas irreparáveis na fauna e flora do parque e ameaça os territórios indígenas guarani de Santa Catarina, inclusive nossa aldeia localizada na área do parque.

Precisamos de organização para nos autodefendermos desses inimigos dos povos indígenas.”

Kerexú Yxapyry – líder Guarani do Território Indígena Morro dos Cavalos
Comissão Nhemonguetá

“O incêndio consumiu uma das restingas mais desenvolvidas do sul do Brasil (Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, Palhoça/SC). A Amazônia é aqui! #sosmatatlantica
Gato-do-mato-pequeno, mão-pelada, gato morisco, ratão do banhado, cuíca, cutia, cachorro do mato, capivara, tamanduá mirim, saracura, serelepe, tatu galinha, tatu do rabo mole, ouriço, jacaré do papo amarelo, lontra, anta, cobra coral, cobra dágua, cobra cipó, lagarto, cágados, gambá, furão, mais de 200 espécies de aves…Orquideas, bromélias, butiás, jerivás, tarumãs, araçás, pitangas, grumixamas, camarinhas, baga de bomba, ticum, bacuparis, mangue formiga, erva baleeira, vassoura branca, vassoura vermelha (…) dezenas de espécies de abelhas nativas…”

SOS Rio da Madre

Com textos e imagens da Comissão Nhemonguetá e SOS Rio da Madre

Se você sabe, ou quer saber, qual foi a importância da Novembrada, pode colaborar no financiamento coletivo do docuficção Novembrada-Quarenta: Pra não esquecer, do Portal Desacato. Clique em https://www.catarse.me/quarenta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.