Hospital francês interrompe testes com hidroxicloroquina por riscos para saúde cardíaca

Foto: Reprodução/DCM

Um hospital na França teve que interromper um tratamento experimental usando hidroxicloroquina em pelo menos um paciente com coronavírus após se tornar um “grande risco” para a saúde cardíaca.

O Centro Hospitalar Universitário de Nice (CHU de Nice) é um dos muitos hospitais que testam a hidroxicloroquina em pacientes com COVID-19. Ele anunciou que havia sido selecionado para o julgamento em 22 de março. Um comunicado do hospital disse que estava testando quatro tratamentos experimentais, um dos quais incluía hidroxicloroquina. Ele esperava estabelecer sua eficácia e efeitos colaterais deste e de outros tratamentos sendo testados.

Em entrevista ao jornal diário francês Nice-Matin, o professor Émile Ferrari, chefe do departamento de cardiologia do hospital Pasteur, em Nice, disse que os efeitos colaterais já foram identificados, com alguns pacientes tendo que interromper o tratamento por causa do risco.

Ele disse que as gravações de eletrocardiograma dos pacientes envolvidos no estudo estão sendo monitoradas constantemente. Um eletrocardiograma mede a atividade elétrica no coração e representa isso em um gráfico como um intervalo QT. Ferrari disse que essas gravações são interpretadas e, se houver anomalias, o tratamento será interrompido.

(…)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.