Histórias Possíveis: Passagens

Publicado em: 22/03/2017 às 09:47
Histórias Possíveis: Passagens

Passagens, permanências e ruína: a cultura visual da escravidão nas fotografias de fazenda de Marc Ferrez
Mariana Muaze (UNIRIO)
A apresentação apontará os resultados da pesquisa “Escravidão apaziguada – escravidão e cultivo do café através das fotografias de Marc Ferrez (1882-1885)” e analisará a cultura visual sobre a escravidão a partir do conjunto fotográfico de 65 imagens de fazendas de café do Vale do Paraíba, produzidas por Marc Ferrez, entre os anos de 1882 e 1885, justamente quando a escravidão ruía como instituição. Por meio do estudo dos circuitos sociais da fotografia percebe-se que as mesmas compunham um discurso visual que valorizava os complexos cafeeiros como espaços modernos de produção e silenciava as marcas da escravização dos indivíduos registrados. Através de escolhas técnicas, culturais e sociais, construiu-se no espaço de figuração da foto uma “escravidão apaziguada”, protegida dos conflitos sociais, das ideias abolicionistas e das resistências escravas. Desta forma, as imagens de Marc Ferrez cumpriram fortemente a função política de formar e conformar uma dada memória sobre a escravidão que, ao pacificar aquele mundo extremamente violento, interessava diretamente à classe senhorial do Império.

Fonte: Evento

Deixe uma resposta