Governo extingue PIS-Pasep e libera R$ 1.045 para saque do FGTS

Rio de Janeiro – As agências da Caixa Econômica Federal antecipam em duas horas o atendimento aos clientes devido aos saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (Tomaz Silva/Agência Brasil)

247 – O governo federal extinguiu o PIS-Pasep e liberou o saque de R$ 1.045 por conta do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) a partir de 15 de junho. Uma medida provisória foi publicada em edição extra do DOU (Diário Oficial da União) no fim da noite de terça-feira (7). A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a medida, o patrimônio acumulado nas contas individuais dos participantes do Fundo PIS-Pasep ficará preservado. O governo estima que há R$ 21 bilhões no fundo.

Os recursos serão transferidos para a conta do FGTS em 31 de maio. De 15 de junho a 31 de dezembro, ficará disponível o saque de até R$ 1.045 por trabalhador. A razão para o saque, segundo a MP, é “o estado de calamidade pública e a emergência de saúde pública” em função da epidemia do coronavírus.

Para quem tem mais de uma conta, a medida estabelece que serão sacados em primeiro lugar os recursos das contas vinculadas relativas a contratos de trabalho extintos, com início pela conta que tiver o menor saldo; depois, as demais contas vinculadas, com início pela conta que tiver o menor saldo.

Será permitido o crédito automático para conta de depósitos de poupança de titularidade do trabalhador previamente aberta no banco ou o crédito em conta bancária de qualquer instituição financeira indicada pelo trabalhador, desde que seja de sua titularidade.? A transferência para outro banco será gratuita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.