Evo Morales aceita asilo político oferecido pelo México

O governo do México ofereceu asilo ao ex-presidente da Bolívia, que aceitou na tarde desta segunda-feira. A medida visa proteger a integridade e a vida de Morales, que, segundo o governo mexicano, corre perigo

Foto: Twitter

O ex-presidente boliviano Evo Morales, derrubado por um golpe de Estado no domingo (10), aceitou nesta segunda-feira (11) uma oferta de asilo político oferecida pelo México, diante das ameaças que tem sofrido. O governo mexicano, comandado por Andrés Manuel López Obrador, havia afirmado que era urgente salvaguardar a vida de Morales e ofereceu asilo antes mesmo de qualquer solicitação por parte do ex-líder sindical.

“Informo que há uns momentos recebi uma chamada do presidente Evo Morales, na qual respondeu ao nosso convite e solicitou verbal e formalmente asilo político no nosso país”, diz o ministro das Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, em nota.

“Em termos da legislação vigente, a chancelaria mexicana […] decidiu conceder asilo político ao senhor Evo Morales por razões humanitárias e em virtude da situação de urgência que enfrenta na Bolívia, onde sua vida e integridade correm risco”, afirma.

O México foi um dos países que denunciou o golpe de Estado ocorrido na Bolívia e cobrou a realização de eleições o mais rápido possível. “Vemos o que aconteceu como um grave retrocesso para a vida democrática. Os golpes militares nunca trouxeram nada de positivo, eles vão contra, suspendem a vida democrática, as liberdades e os direitos das pessoas; portanto, estamos muito preocupados. Esse é o ponto número um, digamos, ou o ponto essencial da posição do México neste momento”, declarou Ebrard mais cedo.

Pelo menos 20 lideranças do MAS, partido de Morales, já receberam asilo político do México e estão na Embaixada do país na Bolívia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.