Estado de Exceção visto da realidade que se vive na Universidade Federal de Santa Catarina

Professor de jornalismo fala do estado de exceção.

Por Rosangela Bion de Assis.

Professor do curso de Jornalismo da UFSC e membro do Coletivo Floripa Contra o Estado de Exceção, fala da atuação das forças mais retrógradas atuando de forma violenta, como ocorreu ontem, dia 8 de janeiro, com a ação da Polícia Militar sobre a população em situação de rua e sobre ela, enquanto cobria Ao Vivo a ação da PM e foi obrigada a deletar as imagens.

Samuel fala da pressão pela apuração das arbitrariedades que levaram a morte do Reitor da UFSC. E que ainda muitos não se deram conta da extensão exata do golpe e de como será complexo articular a resistência e a reação.
Assista a entrevista completa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here