Engolidos pela areia

Publicado em: 17/10/2011 às 12:01
Engolidos pela areia

Por Yuri Verzola e Livia Monte.

Segundo a antiga lenda grega,  Atlântida era uma cidade prospera que afundou no mar em apenas um dia de infortúnio. Embora a maioria dos leitores desse artigo conheça essa lenda, poucos deles sabem que algo semelhante ocorre na ilha de Florianópolis. Diferente de Atlântida, o vilão dessa história é a areia e não o mar.

Em pesquisa de campo na Vila do Arvoredo, conhecida por alguns como Favela do Siri, localizada no bairro dos Ingleses, nos deparamos com a fúria das dunas que avançam cerca de 10 metros por ano adentro a comunidade. Desde a nossa primeira visita que ocorreu em janeiro de 2011, o cenário já está bastante modificado.

Os moradores se espremem no espaço que resta, movendo suas casas de madeira, as que ainda não estão completamente embaixo da areia, para lugares ainda sem dunas e evitando de variadas maneiras o avanço delas. No momento, há uma barreira de refrigeradores velhos que retardam minimamente a areia, provavelmente até o final do ano a barreira não será mais visível.

O governo pouco fez diante dessa situação, foi mandado um especialista avaliar a situação e ele concluiu que não há como conter as dunas. Para os que querem sair da Vila, é oferecida a quantia de R$ 3000 (três mil reais) de indenização, valor que não permite se estabelecer em qualquer outro lugar da ilha, “nem dá pra pagar a mudança” disse uma moradora.

Para quem é morador dos Ingleses e acha que o problema se restringe a favela, o especialista contratado pelo governo informou que em 20 anos a areia chegará à praia, engolindo todas as casas e estabelecimentos comerciais que estiverem pelo caminho. Então, para você leitor residente no bairro, é melhor ir cobrar os seus três mil reais agora, antes que seja engolido pela areia.

 

Imagem: cedida por morador cuja casa está parcialmente engolida pela areia.

2 Comentários para "Engolidos pela areia"

  1. José Augusto   22/10/2011 at 07:17

    A 01 ano atrás Sr Dário Berger até mostrou a maquete da futura favela arvoredo, passado no horário pelo Jornal do almoço pela RBS , mas do que se fala e do que se faz tem uma diferença muito grande.

    Responder
    • Livia Monte   22/10/2011 at 22:41

      Caro José,
      Foram feitas VARIAS propostas aos moradores , mas até agora não existe a previsão de nada efetivo.

      Responder

Deixe uma resposta