Em reunião com parlamentares, Toffoli teria feito apelo contra impeachment de Bolsonaro, diz jornal

Bolsonaro e Dias Toffoli. Foto: Marcos Correa/PR

Em uma série de jantares ocorridos entre maio e junho, que não entraram na sua agenda oficial, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, teria feito um apelo às bancadas do PT, DEM e PSD para que contenham eventual afastamento precoce do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ). As informações são do jornal Valor Econômico.

Segundo o relato de dois participantes deste jantar, Toffoli se mostrou preocupado com a turbulência política, pediu “serenidade” aos petistas e fez um apelo para que não aderissem a um eventual impeachment de Bolsonaro.

O presidente do STF alertou que a eventual ascensão do vice-presidente Hamilton Mourão ao comando do Executivo embaçaria mais a cena política, porque institucionalizaria os generais no comando do país.

Em outro encontro, com o PSD, desta vez marcado por ele mesmo, no refinado restaurante Rubayat, no Setor de Clubes Sul de Brasília, às margens do lago Paranoá, Toffoli agradeceu à bancada do partido por não ter aderido à instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da “Lava-Toga”.

A assessoria de Toffoli esclarece que o objetivo desses jantares foi “fortalecer o diálogo institucional entre o judiciário e o legislativo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.