Eleição em Sintracarnes – Chapecó


Por Anderson Engels e Magali Moser.

Sindicalistas e integrantes de movimentos sociais de todo o país estão em Chapecó para apoiar a Chapa 2, na eleição do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes (Sitracarnes), nesta quarta-feira, 1 de setembro. Será a primeira vez, em 22 anos, que a entidade vai ter uma eleição. Durante toda a semana, membros das duas chapas distribuíram panfletos e pediram votos, com carros de som e palavras de ordem, em frente à fábrica da Sadia, no bairro Efapi, em Chapecó  – onde se concentram a maior parte dos trabalhadores.

O desespero da atual direção diante da adesão dos trabalhadores à proposta de mudança e renovação se mostrou evidente com promessas descabidas, como oferta de kit enxoval, anunciadas pelo alto falante e divulgadas no material de campanha. A chapa 2 se propõe a construir coletivamente um sindicato para o trabalhador, com ênfase na igualdade de oportunidades para as mulheres, enfrentamento aos patrões e aumento real de salário, além de reposição das perdas salariais.

Na reta final para a eleição, as chapas partiram para as ruas numa disputa acirrada da conquista do voto. Durante todo o dia, integrantes das duas chapas permaneceram em frente à  fábrica da Sadia, em busca do convencimento pela melhor proposta.

Chapecó – Santa Catarina

Imagem: clauderioaugusto.com.br

5 COMENTÁRIOS

  1. vamos aregasar as manga e juntos renovarmos esse cindicato trzer guente pro nosso lado,asosiados ou não,mas vamos mostrar serviso.E o que todos os funcionarios esperam,não e hora de cobrar ainda vamos ver o que os peleguedo deixaram pra nos.
    Mas galera foi pra lavar a alma,foi um masacre!

  2. agora eu quero ver entao o serviços de vcs depois do dia 23 se vao cumprir tudo o que vcs prometeram estão com a panela e a culher na mao ou serao tirados daqui 3 anos abraços

  3. Camaradas,

    a máfia sindical foi demovida da direção do sindicato. Grande e emocionante vitória dos operários da Sadia que bravamente e com muita coragem mostraram a todos que é possível cumprir uma tripla tarefa: tirar os bandidos do sindicato, enfrentar e combater o regime de superexploração de trabalho existente na Sadia e unificar a esquerda socialista para uma causa comum: a luta contra o capital.

    Viva os trabalhadores da Sadia. Viva os socialistas.

    Danilo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.