Documentário Severo Severino é apresentando em festivais internacionais

Severo Severino, curta-metragem sobre o multiartista Severo Cruz, esteve em dois festivais latino-americanos neste mês de setembro, do Panamá ao Uruguai. O documentário dirigido por Kátia Klock e Marco Martins participou do 7º AcampaDoc – Festival Internacional de Cine Documental, em Los Santos (Panamá) e da 7ª Muestra de Documentales Derechos Humanos, no Museo de la Memoria, em Montevidéu (Uruguai).
EQUIPE_Marco Martins (diretor), Kike Kreuger (diretora de fotografia)_Severo Cruz, Kátia Klock (diretora)_Lícia Brancher (produtora executiva)_Leandro Cordeiro (técnico de som). Foto: Emilio Tallafet

O filme, que recebeu o prêmio de Melhor Curta Júri Popular na estreia este ano no FAM – Florianópolis Audiovisual Mercosul -, é uma catarse sobre as lembranças e a trajetória de um artista de 70 anos que sofreu maus-tratos na infância e supera suas dores através da arte. Quem já viu uma performance de Severo Cruz nas rodas de samba de Florianópolis conhece o poder da voz e a ginga desse artista. Realmente: “quem canta, os males espanta” e “cada um sabe a dor e a alegria de ser o que é”, já dizia o poeta.

+ Documentário “Severo, Severino”, sobre o artista Severo Cruz, em Florianópolis

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.