Ditadura de Temer bloqueia toda comunicação dos trabalhadores na Petrobrás

temer-corta-acesso

A Petrobras volta a dez anos atrás e começa a cortar a partir de hoje, 1 de novembro, o acesso à internet, webmail, redes sociais, sites para armazenamento de arquivos online e ate acesso a computadores de todos os trabalhadores do sistema. Também está proibido o uso de dispositivos de armazenamento removíveis, tais como pendrive, HD externo, CDs, DVDs e cartões de memória. Os arquivos salvos na rede ou nos computadores Petrobras não poderão ser copiados para estes dispositivos.

A informação foi recebida pelo sindicato no momento que realizava um ato no Aeroporto de Macaé. A empresa alega que as restrições de comunicação são por motivo de segurança. Na visão do NF trata-se de uma restrição de direitos, que atinge os petroleiros de Norte a Sul do país, mas principalmente àqueles que trabalham em plataformas e unidades marítimas que ficam dias distantes.

Tal determinação fere anexo 2 da NR-30, item 10.5.6.1  sobre o bem estar a bordo que diz que “Nas plataformas devem existir meios e instalações para proporcionar condições de bem-estar aos trabalhadores a bordo…” E que cita o acesso à internet.

O diretor do NF, Tadeu Porto afirma que o sindicato irá tentar reverter essa decisão da empresa, que se trata de mais um pacote de maldades do Governo de Temer, através das mãos do presidente da empresa, Pedro Parente. “Quando a Petrobrás bloqueou o acesso à internet, a Presidente Graça Foster voltou atrás e liberou por entender que ninguém faz melhor a defesa da Petrobras do que seus trabalhadores. Agora sabemos que esse bloqueio não tem nada a ver com a auditoria realizada pela PWC. Usam isso como desculpa para cortar o acesso à comunicação dos trabalhadores nesse momento extremamente difícil em que a categoria precisa fazer o debate com a sociedade. Nós vamos correr atrás utilizando o anexo 2 da NR-30 e medidas de cárcere privado para poder bancar mais essa nova pancada de maldades da Petrobrás” – afirma Porto.

Fonte: Sindipetronf.

Você precisa estar logado para postar um comentário Login