Dazaranha lança novo CD

Publicado em: 23/05/2014 às 11:43
Dazaranha lança novo CD

Dazaranha_CR2 Fotografia (3)

Após sete anos, um dos principais nomes da música catarinense lança disco com 11 composições inéditas. CD marca início da nova turnê da banda.

Após sete anos, os catarinenses do Dazaranha lançaram seu mais novo trabalho, intitulado “Daza”, apelido pelo qual os músicos da Ilha são conhecidos pela sua legião de fãs. O disco, o sexto da discografia, chega ao mercado com 11 faixas inéditas, marcando o início da turnê 2014 de uma das bandas mais importantes do cenário musical de Santa Catarina.

 De acordo com o baixista Adauto Charnesky, o público pode esperar muitas surpresas e muita diversão com as novas faixas do trabalho. “Como sempre, nos discos do Dazaranha não seguimos um padrão. A cada ano que passa e a cada produtor que escolhemos, diferenças surgem e quem ganha é o público com algo novo e novas influências”, explica.

O disco contou com a produção do renomado produtor Carlos Trilha, que já esteve envolvido em projetos de cantores como Renato Russo e Marisa Monte. O álbum chega ao mercado com a música de trabalho “Céu Azul”, composta pela baterista JC Basañez, e que em pouco tempo já conquistou mais de 27 mil visualizações no Youtube, reforçando o sucesso da banda entre seus fiéis seguidores.  O disco “Daza” já está à venda nas principais lojas do ramo.

Como parte do lançamento do novo álbum está previsto para o segundo semestre de 2014 um grande show em Florianópolis.  “Daza” conta ainda com as faixas “Pelo Mar”, “Caminho Reto” e “Fé Menina”, dentre outras que certamente irão juntar-se aos sucessos destes mais de 20 anos de carreira. “Depois de um período longo sem lançar um disco inédito, é importante lembrar que a usina de arte não para. E é isso que queremos mostrar com este novo trabalho”, completa Adauto.

20 anos de estrada – Parece que foi ontem o lançamento do primeiro disco (Seja Bem Vindo – 1996) e o estrondoso sucesso do segundo (Tribo da Lua – 1998), produzido pelo ex-Tutti Frutti Luis Carlini e com participação de Jorge Benjor. Apesar das parcerias de peso, o grande diferencial desse disco foi a canção Vagabundo Confesso – responsável direta pelas mais de 50 mil cópias vendidas que garantiram à banda o primeiro disco de ouro de uma banda catarinense. Antes mesmo dos preciosos quilates chegarem às mãos dos músicos, a faixa já cruzava as fronteiras do estado na regravação de Dora Vergueiro, além de versões em ritmo de forró, pagode, reggae e até música eletrônica. O manezinho Guga Kuerten também fez questão de cantá-la em um comercial da gigante dos celulares Motorola.

Depois de lançar o disco Nossa Barulheira (2004) e de desbancar o ex-mutante Arnaldo Baptista do primeiro lugar do Prêmio Claro de Música Independente (melhor álbum pop), o Dazaranha não deixou por menos e passou a fazer uma série de apresentações com a Orquestra Sinfônica de Santa Catarina (Ossca), sem esquecer de lapidar o que seria o esqueleto de Paralisa, quarto disco de estúdio, produzido por Ricardo Vidal (O Rappa). Com o posterior lançamento e sucesso absoluto do CD e DVD Ao Vivo, Daza lança o “Box” de 20 anos, retratando toda discografia da banda num único produto, e fazendo um show inesquecível no teatro do CIC em Florianópolis-SC.

Continuamente nos palcos de toda Santa Catarina, o Dazaranha também é atração frequente em eventos e shows em cidades do Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Brasília. Uma aceitação tão significativa que fez com que os músicos fossem convidados para tocar (Brazilian Day de San Diego, na Califórnia (USA).

Deixe uma resposta