Conselho Universitário da Ufsc não discute o Eserbh

Por Ana Carolina Peplau Madeira, para Desacato.info (texto, fotos e vídeos).
O Conselho Universitário (CUn) retirou da pauta hoje, 17/11, o projeto de adesão do Hospital Universitário (HU) à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). O hall de entrada da Reitoria da UFSC foi tomado por manifestantes contra e pró Ebserh nesta tarde. Alguns empurrões, pedidos de não violência, gritos, frases de ordem, canções, batuque, apitos, aplausos e vaias foram o enredo do início da reunião do CUn.

Foi realizado um plebiscito na instituição, com 70% de votos a não adesão ao sistema da Fundação Privada. Hoje era esperado que o conselho superior da UFSC homologasse o resultado.

Os favoráveis à Ebserh, maioria da direção do hospital, médicos e enfermeiros dizem que, “se não privatizar o HU vai fechar”. O argumento deles é que, por determinação do Ministério Público, os 134 trabalhadores que ainda estão contratados pela Fapeu, já receberam o aviso prévio e devem ser demitidos no mês de dezembro. Haverá um déficit significativo no quadro de trabalhadores, o que implicará no fechamento de alguns serviços, acreditam.

Estudantes, profissionais da educação, técnicos, professores, sindicalistas se misturavam entre grupos pró e contra. Não foi registrada nenhuma agressão física ou vandalismo. Conselheiros solicitaram informações adicionais à reitoria e não foram atendidos em tempo. Segundo informações, a pró-reitoria prometeu apresentar em breve. Por este motivo, a decisão foi retirada de pauta, para também ser completada. Os membros do Conselho saíram por um corredor de estudantes contra a adesão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here