Chuva que escureceu SP tinha fuligem tóxica de queimadas, mostra análise da USP

Mostras da água contêm reteno, substância que causa danos ao DNA e pode levar à morte de células pulmonares.

Foto: Divulgação/Nasa

Pesquisadores do Instituto de Química da USP estão analisando a água da chuva que atingiu São Paulo na segunda-feira (19) – que escureceu o céu da cidade no meio da tarde – e já concluíram preliminarmente que ela veio carregada de material tóxico oriundo de queimadas.

“Achamos um composto que é encontrado só em queimadas, na queima de biomassa. Esse composto não é emitido em esquema de emissões industriais e não é emitido em emissões de carro. E nós o encontramos. É um composto chamado reteno”, afirmou ao jornal Folha de S.Paulo a doutora em química e professora Pérola de Castro Vasconcellos, responsável pela análise do material na Universidade.

Segundo outro estudo da USP, publicado na revista Scientific Reports em 2017, a exposição ao reteno em altas concentrações pode provocar danos ao DNA e morte de células pulmonares – agravando problemas respiratórios e levando a doenças graves, como enfisema pulmonar.

Desde segunda-feira, os institutos de meteorologia vêm associando a escuridão que se abateu sobre São Paulo à mistura de nuvens de chuva a fumaça de queimadas nas regiões do Pantanal e da Amazônia, trazidas por ventos intensos de noroeste. Além do céu, água também escureceu e tinha “forte cheiro de queimado”, conforme diversos relatos de moradores da cidade.

São amostras dessa água “cor de café” que os pesquisadores estão analisando.

“Tudo isso é fuligem de queimada, a composição é hipercomplexa e [a amostra] está cheia de coisas”, afirma Marcos Buckeridge, diretor do Instituto de Biociências da USP.

“Toda essa fumaça ficou capturada na nuvem e coincidiu com a chuva, havendo uma poluição dessa água. Tudo isso foi para os rios, ou seja, a gente poluiu os rios com esse material”, conclui o pesquisador também em entrevista à Folha.

O estudo completo sobre as amostras coletadas deve ficar pronto em 30 dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.