Carta escrita pelo Che Guevara para seus filhos antes de sua partida ao Congo em abril de 1965

Publicado em: 09/10/2017 às 14:08
A meus filhos… 
 
Queridos Hildita, Aleidita, Camilo, Celia e Ernesto:
 
Se alguma vez tiverem que ler essa carta, será porque eu não estarei entre vocês. Quase não se recordarão de mim e os mais pequenos não recordarão nada.
 
Seu pai tem sido um homem que atua como pensa, seguro, tem sido leal a suas convicções. 
 
Cresçam como bons revolucionários. Estudem muito para poderem dominar a técnica que permite dominar a natureza. Lembrem-se que a Revolução é o importante e cada um de nós, sozinho, não vale nada.
 
Sobre tudo, sejam sempre capazes de sentir profundamente qualquer injustiça cometida contra qualquer pessoa em qualquer parte do mundo. É a qualidade mais linda de um revolucionário.

Até sempre, filhinhos, espero vê-los ainda. Um beijo enorme e um grande abraço do Papai.

Deixe uma resposta