Campos de Sementes Crioulas na Bahia geram soberania aos camponeses

7
16 comunidades e mais de 500 famílias contempladas que estão sendo beneficiadas pelo projeto Semeando Soberania no Semiárido Baiano. Foto: MPA.

Do chão nasce a Soberania Alimentar de um povo, com essa certeza é que os camponeses e camponesas do MPA na Bahia semeiam a terra e cultivam novos campos de sementes no Estado.

No total são 16 comunidades e mais de 500 famílias contempladas que estão sendo beneficiadas pelo projeto Semeando Soberania no Semiárido Baiano aprovado pela Companhia Desenvolvimento de Ação Regional (CAR) por meio da Cooperativa de Produção Camponesa (CPC) ligada ao Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA).

Um dos campos de produção, resgate e armazenamento de Sementes Crioulas, fica na unidade camponesa do senhor Valter Ferreira, na comunidade Marreca, Município de Tremedal – BA.

O campo implantado pela Cooperativa CPC/BA, beneficiará diretamente 30 famílias e indiretamente toda a comunidade. Além do Campo de Sementes as famílias envolvidas estão recebendo assessoria técnica pela equipe do projeto que é composta por profissionais com formações na área agropecuária e ciências agrárias.

O MPA compreende que um povo soberano é aquele que mantém sob seu controle o patrimônio genético, pois as sementes significam vida, futuro, esperança. Avançamos na recuperação e multiplicação das sementes e nas técnicas de estocagem das variedades, caso contrário, a Soberania Nacional seguirá ameaçada pelas grandes corporações, hoje representadas pelas multinacionais como a Monsanto.

Fonte: MPA.

Você precisa estar logado para postar um comentário Login