Caminhada por justiça e paz

Familiares de Pablo e entidades fazem amanhã caminhada por Justiça e Paz.

Amanhã 29/03, às 16 horas, acontece um ato ecumênico na Avenida Michelli Simonetti, no bairro São Miguel de Fraiburgo. O ato será no local em que o campeão brasileiro de karatê Pablo Henrique do Nascimento, 18 anos, foi assassinando a golpes de faca no dia 29 de novembro do ano passado. Logo após, os participantes farão Caminhada por Paz e Justiça, até o fórum da cidade.
A delegada de Polícia da Comarca de Fraiburgo, Beatriz Ribas Dias dos Reis, já concluiu e encaminhou no mês de janeiro para o Ministério Público o Inquérito Policial. Ela informou na oportunidade que seis pessoas teriam envolvimento no crime, sendo quatro adultos e dois menores. Todos se encontram em liberdade.
A manifestação pacifica está sendo organizada pelos familiares de Pablo juntamente com as entidades das quais o jovem fazia parte, a Associação de Karate-dô e a Associação Paulo Freire de Educação e Cultura Popular de Fraiburgo (APAFEC). O manifesto recebe também o apoio de todas as entidades que estão atuando na Campanha em Prol da Construção da Escola Estadual no Bairro São Miguel.
Lembre o caso:Pablo foi morto com golpes de facas atingidos na região do tórax quando transitava na Avenida Micheli Simonetti por volta das 22 horas do dia 29 de novembro de 2011. A vítima foi surpreendida por dois veículos, um Voyage e um Gol, os quais fugiram do local após o crime.
Três suspeitos, os pais e adolescente de 15 anos que estavam no veículo Gol se apresentaram na Delegacia de Polícia no dia 1º de dezembro, ocasião em que o menor de idade assumiu a responsabilidade pelo assassinato.
Já os outros três integrantes que estavam no interior do veículo Voyage se apresentaram no dia 5 de dezembro.
Inicialmente foi apontado pela policia que a morte do adolescente teria sido motivada por uma briga que ele teve nos dias anteriores ao crime com o menor de15 anos.
Esse desentendimento estaria relacionando a assuntos fúteis de convivência de adolescente, sem um motivo maior.
O crime causou grande comoção na comunidade local, tanto que no dia 6 de dezembro um grupo com cerca de 50 pessoas, entre eles, os pais e irmãos de Pablo, realizaram uma manifestação em frente ao Fórum quando foi entregue ao Promotor de Justiça, Átila Guastalla Lopes, um abaixo assinado.
O documento com quase 700 assinaturas solicitava que providências fossem tomadas em relação ao assassinato e que fosse decretada a prisão dos suspeitos.
O Ministério Público irá agora decidir se irá denunciar os envolvidos a justiça.
Fonte: Setor de Jornalismo da Rádio Fraiburgo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.