Bolívia: Histórico acordo entre organizações sociais exige eleições, revogação de decreto sobre transgénicos e respeito aos direitos humanos

A Federação de Trabalhadores Camponeses “Tupac Katari”, Federação de Trabalhadoras Camponesas “Bartolina Sisa”, Federações provinciais, centrais e subcentrais das 20 províncias de La Paz, Federação de Associações de Vizinhos de El Alto (FEJUVE) e seus 14 distritos, Central Operária Departamental (COD), Federação Sindical de Trabalhadores Mineiros da Bolívia (FSTMB), Transportistas, Sindicatos e Magistério Rural assinaram um acordo histórico interinstitucional com três exigências fundamentais para o governo de facto de Jeanine Áñez:

1. Eleições o mais rápido possível.
2. Revogação do decreto sobre transgênicos na Bolívia e seu consumo.
3. Respeito aos direitos humanos e flexibilização da quarentena.

Leia mais: Derrotado, Weintraub confirma adiamento do Enem

As exigências, segundo o documento, são produto de uma profunda análise realizada sobre a crise social, sanitária, econômica e política no país, por causa da corrupção e improvisação do governo de facto e as medidas tomadas por ele, que atentam contra o povo boliviano e aprofundam o golpe de Estado das oligarquias do país e realizado com apoio e financiamento do Império norte-americano.

O documento denuncia, ainda, a perseguição política contra aqueles que denunciam os atos de corrupção, desfalque ao Estado, uso indevido de bens do Estado, etc. e lamenta a atitude servil da polícia e as Forças Armadas e seu sometimento ao governo golpista.

Tradução: Tali Feld Gleiser, para Desacato.info.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.