Blumenau: desastre de 2008


Por Heriberto Eliziario Bailer.

Exatos dois anos depois do desastre de 2008 aqui em Bumenau-SC, 96 familias entraram em seus novos apartamentos e outras tantas devem receber em breve seus apartamentos também o que não vai passar muito de 2.000 apartamentos.

Perguntas ainda ficam sem respostas:

1- Por que as famílias do MAD não foram incluídas? sabendo que elas não gastaram nada dos cofres públicos até hoje?
2 – Por que só 2.000 e poucas famílias vão ser atendidas e como ficam os saldos das 9.257 famílias atingidas pelo desastre?
3 – Por que o governo federal insiste em liberar apartamentos para as pessoas?
4 – Por que lá em Brasília não tem engenheiro para projetar uma moradia digna para o povo Brasileiro e financiar no projeto minha casa e minha vida?
5 – Por que o FGTS não pode ser liberado totalmente a cada dois anos para os trabalhadores?
6 – Por que as famílias não têm acesso fácil, a crédito sem precisar acessar o projeto minha casa minha vida?
7 – Por que o governo não consegue dar acesso as famílias que estão em situação de risco?

São vários porquês, e com certeza após o êxtase das eleições os políticos ainda estão se fartando nos banquetes da conquista, acho que nem lembram, que tem pessoas sofrendo ainda.
Nós voluntários comunitários, estamos vendo o dinheiro ir embora e resultados em obras são poucos.
Nós lideres comunitários estamos percebendo que toda a estrutura do poder publico neste momento está mais preocupada com o fim de ano, a ponto que dizer que este ano já foi e agora só para o próximo ano farão novas enrolações, por que é o que continuam fazendo “enrolando”.
É lamentável que não ha uma política para os menores, para os bairros, para os verdadeiros problemas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.