Ataque terrorista em Teerã

Publicado em: 07/06/2017 às 08:44

Na manhã de 7 de junho de 2017, três criminosos abriram fogo contra pessoas dentro do prédio do parlamento do Irã. Logo depois, surgiu a notícia sobre tiros no Mausoléu do aiatolá Khomeini, um memorial ao fundador da República Islâmica do Irã situado ao sul da capital iraniana. Mais tarde, o grupo terrorista Daesh – Estado Islâmico (proibido na Rússia e reconhecido como terrorista pela ONU) reivindicou a responsabilidade pelos ataques, que levaram várias vidas e feriram dezenas de pessoas.


A agência IRNA comunica que 12 pessoas morreram em resultado dos acontecimentos de hoje em Teerã e outras 42 ficaram feridas.

“Os três invasores estão dentro do Parlamento do Irã, com duas pessoas feridas por enquanto. O tiroteio continua”, escreveu a agência Tasnim no Twitter.

De acordo com dados da Tasnim, algumas pessoas foram feitas de reféns.

No entanto, as forças de segurança do Irã ainda não confirmaram a informação sobre reféns.

Um dos homens, que invadiu o Parlamento do Irã, é homem-bomba e está cercado pelas forças de segurança, informa a agência Fars.

A mídia local também informou sobre tiroteio no território do Mausoléu do aiatolá Khomeini, no sul de Teerã. No momento atual, há informações sobre uma morte e cinco feridos no tiroteio.

Várias mídias locais, incluindo a Mehr, comunicaram mais tarde que um dos três invasores ativou um cinturão explosivo. De acordo com informações recentes, os outros dois foram liquidados. O terrorista que se explodiu no território do mausoléu era mulher, a Mehr confirmou mais tarde.

Serviços de Saúde de Teerã comunicam que a quantidade total de vítimas e feridos como resultado dos ataques à capital iraniana atinge 33 pessoas.

A agência IRNA comunica que 12 pessoas morreram em resultado dos acontecimentos de hoje em Teerã e outras 42 ficaram feridas.

 

Fotos: Radio Free Europe.

Fonte: Sputnik News.

Deixe uma resposta