“As faces da Violência Doméstica e Familiar contra a mulher” é tema de debate em Cajazeiras

“As faces da Violência Doméstica e Familiar contra a mulher” é tema de debate em Cajazeiras

Por Eloise Elane.

A Campanha Justiça pela Paz em Casa – Nossa Justa Causa, no Município de Cajazeiras, encerrou na quinta-feira (16), com a realização de um debate sobre “As faces da Violência Doméstica e Familiar contra a mulher”, no Tribunal do Júri do Fórum Ferreira Júnior. O evento contou com a participação do Ministério Público, Defensoria Pública, Delegacia de Atendimento à Mulher, Secretaria Executiva de Políticas Públicas para as mulheres, Marcha mundial das mulheres e ONG Centro de Defesa das Mulheres Márcia Barbosa, além das faculdades da cidade.

De acordo com a juíza Adriana Lins, responsável pela 2ª Vara privativa dos feitos de Violência Doméstica da Comarca de Cajazeiras, existem em torno de 590 processos tramitando no município, entre medidas protetivas e ações penais. De 1º a 16 de março, a Comarca de Cajazeiras deu preferência a esses processos. Nesse período, a Vara registrou 23 audiências, sendo oportunizada às vítimas atendimento psicossocial, pela equipe multidisciplinar da Comarca (Psicóloga e Assistente Social).

“A Campanha Justiça pela Paz em Casa, Nossa Justa Causa foi idealizada pelo Conselho Nacional de Justiça. É uma campanha importante por proporcionar um momento de reflexão das dificuldades ainda existentes com relação à violência doméstica. E o debate promovido na nossa Comarca serviu para que os diversos segmentos tratassem sobre o trabalho desenvolvido por cada um, e as possibilidades de aperfeiçoamento do serviço”, destacou Adriana Lins.

A magistrada acrescentou ainda que foi “uma troca de experiências e ao mesmo tempo uma avaliação para que possamos vincular o nosso trabalho de forma multidisciplinar”, alertando para a necessidade de se dar uma resposta mais positiva para as vítimas.

Fonte: Compromisso e Atitude. 

Você precisa estar logado para postar um comentário Login