Aquieta, Por Guigo Ribeiro

Por Guigo Ribeiro, para Desacato.info.

Imagem: Reprodução

Põe um chá e aquieta
Parece que não entende o mundo, poxa
Parece que não entende que a vida tem um caminho
E que a próxima esquina é qualquer coisa
Então aquieta
Aquieta e bebe o chá com calma
Gole por gole
Passo por passo
Vida e vida
Que tem dia que parece um começo de fim
E outro
Primavera eterna
Não se sabe
No momento em que se morre
Alguém está parindo um novo choro
Hoje você escreve versos
E amanhã se mete pra matemático
Um dia se é eterno e no outro eterno de outro jeito
Até o final
Então aproveita esse chá e esquece essas minhocas
Esquece esse depois
Você vive tudo agora
Que que vai sobrar depois?
Bebê.  Esfriou um pouco

(poema publicado originalmente na revista eletrônica CronicArte)

 

Guigo Ribeiro é ator, músico e escritor, autor do livro “O Dia e o Dia Que o Mundo Acabou”, disponível em Edfross.

A opinião do/a autor/a não necessariamente representa a opinião de Desacato.info.

#AOutraReflexão
#SomandoVozes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.