Após denúncia, Temer mantém extensa agenda de encontros com parlamentares

Temer busca sobrevida após ser atingido por grave denúncia. Foto: Marcos Corrêa/PR
Temer busca sobrevida após ser atingido por grave denúncia. Foto: Marcos Corrêa/PR

São Paulo – No dia seguinte às denúncias envolvendo o presidente Michel Temer (PMDB-SP), que teria dado aval para a compra do silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), segundo delação dos donos do JBS, o atual titular do Palácio do Planalto mantém agenda pública movimentada ao longo desta quinta-feira (18), que prevê encontros com 18 parlamentares aliados do governo.

Temer recebe, desde o início da manhã até a noite, sete senadores, 10 deputados federais, um deputado estadual e o pastor Silas Malafaia. Destaques para os encontros com os senadores Paulo Bauer (PSDB-SC), Benedito de Lira (PP-AL) – líderes dos respectivos partidos no no Senado –, Davi Alcolumbre (DEM-SP) – vice-líder do governo no Senado –, e o deputado federal Wilson Filho (PTB/PB), vice-líder do partido na Câmara, acompanhado de Wilson Santos, atual presidente do PTB.

Passam ainda pelo Planalto os senadores Flexa Ribeiro (PSDB-PA), José Maranhão (PMDB/PB), Sérgio Petecão (PSD-AC) e Ciro Nogueira (PP/PI), e os deputados Esperidião Amin (PP-SC), deputado Alex Canziani Silveira (PTB-PR), Bruna Furlan (PSDB-SP), Toninho Pinheiro (PP-MG), Danilo Forte (PSB-CE), Fábio Faria (PSD-RN), Mara Gabrilli (PSDB/SP), Deputado Simão Sessim (PP-RJ). Temer também se encontra com o deputado estadual Geraldo Pudim (PMDB-RJ) e, por fim, recebe o deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), acompanhado do pastor Silas Malafaia.

Fonte: RBA.

Você precisa estar logado para postar um comentário Login