Alimento e saúde: A arte de congelar

Nutricionista dá dicas de como congelar alimentos, preservando seus nutrientes, gosto, cor e textura

Direto do campo no Rio Vermelho. Foto: Tali Feld Gleiser

Ao chegar da feira ou do sacolão, você costuma guardar as frutas, legumes e verduras direto na geladeira? Sabia que existe uma outra maneira de armazenar esses alimentos que garante maior durabilidade, sem o risco de perder os nutrientes?

A nutricionista Cibele Holanda Moura tem uma dica que pode ajudar a incluir alimentos mais saudáveis, os chamados in natura, no cardápio da semana: congelá-los.

“Os alimentos, quando a gente congela, mantém as propriedades dos alimentos. Em temperatura ambiente, que é como os alimentos ficam nas gôndolas, nos supermercados, nas feiras, por 15 a 20 dias, vão perdendo as suas propriedades”.

Mas não basta simplesmente colocar o brócolis, o espinafre ou a cenoura no congelador e depois de lavá-los em água corrente. Cibele explica que existe um processo que garante que esses alimentos não percam as propriedades físicas.

“Você passa ele por um processo de branqueamento. O que isso significa? Coloca o alimento na água fervendo, retira e põe na água gelada, com gelo. Esse mantém a característica física, a cor do alimento,e também os nutrientes e a textura do alimento.”

No entanto, a nutricionista explica que não é preciso cozinhar demais a comida durante o processo de branqueamento. “Deixa ele sempre ao dente. Por que na hora de você colocar no microondas, na hora que você descongelar esse alimento, ela vai dar uma amolecida e vai perder textura também”.

Depois disso você pode colocar os alimentos no congelador. Cibele lembra que a melhor maneira de congelar os legumes, para evitar a oxidação, é utilizar sacos plásticos e tirar todo o ar de dentro antes de guardá-los.

Além dos legumes, frutas e hortaliças, refeições já prontas, como arroz e feijão, também podem ser congeladas. Assim, as refeições no dia a dia ficam muito mais práticas. Mas fique atento à validade desses alimentos congelados, como informa Cibele.

“Posso guardar um legume congelado para fazer salada ou uma fruta por até seis meses. Um arroz guardado em porções, por exemplo, tem um prazo de um mês de consumo.”

Alguns alimentos, no entanto, por conta de suas características físicas, não são indicados para o congelamento, como exemplifica Cibele. “Batata, por causo do escurecimento e da alteração de sabor; a banana, pela mudança de textura e a coloração também; a manga também perde textura”.

Outra dica da nutricionista antes de congelar os alimentos é retirar toda a água e não deixar esfriando em temperatura ambiente. Ela aconselha colocar o alimento na geladeira e só depois passar ao congelador. Essa é uma ótima saída para quem tem uma vida muito corrida, mas quer manter uma alimentação saudável.

Edição: Guilherme Henrique

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.