Aldeia Avá Guarani sofre segundo ataque a tiros em três dias, em Guaíra, no Paraná

Nos últimos seis meses a Terra Indígena Guasu Guavira registrou um atropelamento, uma tentativa de atropelamento de dois Guarani, duas tentativas de assassinatos, o assassinato do Demilson Ovelar Mendes, duas invasões à Terra Indígena, não atendimento na saúde, agressões a pedrada, além de ameaças de morte e omissão do Pode Público para garantir a construção de escolas indígenas dentro dos tekoha.

Na quinta-feira, dia 28, houve disparos na comunidade e ontem, 31 de maio, sofreu o segundo ataque.

A entrevista é com Ilson Soares, cacique da aldeia Yhovy, da TI Guasu Guavira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.