Água de qualidade e para todos: camponeses na Bahia conquistam abastecimento de água

A demanda pela perfuração de poços e implementação de sistema simplificado de abastecimento de água, no município de Malhada de Pedra, Bahia, foi uma das lutas desde 2013 das famílias que fazem parte do MPA nas comunidades de Tanque da Onça, Lagoa do Jatobá, Riachão, Lagoa do Leite e Sapé. Após muita luta e reivindicação, no mês de dezembro do ano de 2017 foram perfurados cincos poços artesianos nestas comunidades, um investimento de quase 200 mil do Governo do Estado da Bahia.

Dois dos poços perfurados infelizmente não teve água, porém, as comunidades continuaram na luta. O acesso a água é reivindicado para uso doméstico, consumo humano e para produção foram as demandas das comunidades rurais que enfrentam muitas dificuldades para o armazenamento e investir nessas tecnologias para perfuração de poços, construção de cisternas, de pequenos açudes são fundamentais para a melhoria da qualidade de vida destas famílias camponesas.

A forma de negociação para obter essas conquistas junto ao Governo do Estado se dá por meio da organização das famílias interessadas, pelas ocupações de órgãos públicos, reivindicação e luta das comunidades rurais que fazem parte do MPA, estratégias que tem garantido os direitos das famílias de terem acesso a água de qualidade.

No município de Malhadas de Pedras-BA, são 21 anos de organização e luta das famílias camponesas organizadas no Movimento dos Pequenos Agricultores, durante essa trajetória são muitas as demandas atendidas, como: construção de cisternas de consumo humano e produção, pequenos açudes, moradia camponesa, o Cadastro Ambiental Rural, possibilitando o acesso ao crédito para investimento na agricultura e renegociação de dívidas dos pequenos agricultores, entre outros.

Fonte: MPA.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here