Acampamento da greve é instalado em Brasília

Nesta segunda-feira (16) foi montada a estrutura na Esplanada dos Ministérios que dará suporte aos servidores públicos no “Acampamento da Greve”, atividade que reúne servidores em greve de todo o Brasil em busca da apresentação de propostas concretas do governo para o funcionalismo. Várias delegações da base da Condsef já chegaram a Brasília. Entre eles servidores de Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco, Rondônia, Rio de Janeiro e Mato Grosso. A chegada de mais caravaneiros está sendo aguardada para esta terça (17). Também na terça terão início as atividades de mobilização pelo destravamento das negociações com apresentação de propostas concretas à categoria. A partir das 9 horas os caravaneiros vão se concentrar no acampamento. De lá os servidores promovem uma caminhada até o Bloco C do Ministério do Planejamento onde promovem uma vigília durante toda a manhã. Nesta segunda a Condsef também encaminhou ao Planejamento mais um documento com críticas e sugestões à 2ª versão do “diagnóstico” enviado pelo governo à entidade nesta segunda.

À tarde as atividades vão se concentrar em frente ao Palácio do Planalto onde servidores de todo o Brasil farão um movimento para cobrar uma postura do governo Dilma com relação aos servidores federais. A categoria segue apreensiva com a falta de propostas concretas do governo. O cancelamento de uma reunião para tratar da equiparação de tabelas remuneratórias a partir da Lei 12.277/10, reivindicação urgente que abrange a maioria dos servidores do Executivo, deve acirrar os ânimos dos servidores que vão participar das atividades de mobilização desta semana em Brasília.

A Confederação segue reforçando que o fortalecimento da mobilização dos servidores em todo o Brasil é fundamental neste momento. O processo de negociações encontra-se num momento decisivo. A apresentação de propostas concretas que assegurem inclusão das demandas urgentes da categoria no orçamento 2013 depende da força e unidade dos servidores. Além das manifestações que ocorrem nesta terça, na quarta está prevista uma grande marcha na Esplanada dos Ministérios que deve terminar no bloco K do Ministério do Planejamento com pedido de audiência com a ministra Miriam Belchior.

Plenárias
Ainda na semana de atividades em Brasília, estão programadas plenárias para discutir os rumos do movimento grevista e luta dos servidores pelo Brasil. No dia 19, quinta, a Condsef realiza uma Plenária Geral no Clube dos Previdenciários, às 14 horas. E na sexta, dia 20, a Condsef também participa de Plenária Conjunta dos Federais a partir das 10 horas no “Acampamento da Greve”.

Para que as negociações finalmente tragam resultados práticos e se revertam em propostas concretas ao funcionalismo, a mobilização da categoria deve ser ampliada dia a dia. Quanto mais o governo empurrar os processos de negociação, mais os servidores devem se mobilizar. Somente o reforço na mobilização nacional será capaz de fazer com que a categoria obtenha vitórias significativas em um processo de negociação que ainda não apresentou as respostas de melhoria que os servidores e serviços públicos necessitam. Porque como diz a frase, se lutando é difícil vencer, é impossível vencer sem lutar.

Em Santa Catarina, na base do Sintrafesc, já estão em greve o Incra, Funasa, Dsei. A Funai entra em greve amanhã, dia 17. A área da Cultura paralisa as atividades de hoje até quarta-feira, dia 18.

Fonte: Condsef – com acréscimo do Sintrafesc.

Foto: andes.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here