A questão indígena e o imperialismo

Foto: Reprodução/IELA.

Por Cris Mariotto.

A Bolívia é o país do nosso continente que tem quase 70% de sua população composta por parentes indígenas. 

Governada por Evo Morales faz quatro mandatos, este nosso país irmão é constantemente atacado pela mídia golpista e imperial. A mais recente diatribe é dizer que Evo Morales é um ditador, e que se ele se apresentar nas próximas eleições deve ser derrubado.

O argumento pífio é diz que o mandatário está há muito tempo no executivo. Os mesmos que fazem tal “acusação” são os saúdam o governo de Ângela Merkel, da Alemanha, com mais de cinco mandatos como primeira ministra. Eles também saúdam a ditadura da Arábia Saudita e a Espanha com seus reis…

Nunca suportaram os povos livres. Nunca vão aceitar um parente indígena Aimara escolhido entre as gentes desse país para mandar obedecendo.

A História da Bolívia é a epopéia contra o imperialismo, a digna luta de mulheres e homens indígenas para serem donxs do seu destino.

Recomendo a todos a leitura do camarada Guilhermo Lora, trosquista, revolucionário e autor de mais de 67 tomos sobre a luta hercúlea desses nossos parentes contra o imperialismo.

Aqui vai um link para conhecer um pouco mais sobre Lora e a Bolívia num texto no qual apresenta a Tese Central da Federação Sindical de Trabalhadores Mineiros da Bolívia.

Segue:

Guillermo Lora – Tesis de Pulacayo .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.