Via Campesina Internacional denuncia golpe de Estado na Bolívia

Foto: Twitter

Segue abaixo a nota enviada pela Via Campesina sobre o golpe de estado de domingo (10) na Bolívia e a renúncia de Evo Morales à presidência.   

NOTA DA VIA CAMPESINA

Como movimento campesino internacional expressamos nossa mais profunda solidariedade com o povo boliviano, ao mesmo tempo que repudiamos este golpe de estado racista, classista e misógino, orquestrado pelo imperialismo estadunidense e as oligarquias conservadoras locais. Também convocamos uma mobilização permanente por uma saída democrática que garanta os direitos humanos das/os líderes sociais.

Da mesma forma, denunciamos o papel das Forças Armadas e da mídia boliviana que optaram por reproduzir violência, desestabilização e desinformação em uma clara aliança com as elites locais e internacionais.

Durante duas semanas, vimos com grande preocupação como a violência aumentou neste país irmão, após o fracasso da oposição nas eleições no dia 20 de outubro. E, apesar dos diálogos e até convocar novas eleições, os planos do golpe não pararam e cercaram o presidente Evo Morales e outros oficiais a ponto de serem pressionados a renunciar, em um gesto de garantir a paz e a segurança do povo organizado.

Neste momento de crise, convocamos as instituições como a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) a estarem alertas e monitorarem a democracia e a justiça na Bolívia, porque esses eventos sérios não apenas prejudicam o exercício democracia, mas também a paz e a estabilidade do continente. Nesse contexto, é essencial garantir o respeito à integridade física e moral de Evo Morales e de outrxs lutadorxs sociais.

Convocamos nossas organizações membros e aliadas em todo o mundo a mobilizar e desenvolver diferentes ações de solidariedade para que cesse a violência e, para que esses eventos não fiquem impunes, é essencial que seja encontrada uma solução justa e democrática para a grande maioria camponeses, indígenas e populares que continuam resistindo para manter seus direitos conquistados nesta década.

A solidariedade é a ternura dos povos!

Força para nossxs companheirxs da Bolivia!

Via Campesina Internacional ?
Harare, 10 de Noviembre de 2019

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.