Vereadora defensora do Escola sem Partido em Santo André é presa por fraude no INSS

Foto: Perfil do Facebook

A Polícia Federal deflagrou a Operação Badour nessa segunda-feira, 26, prendendo quatro pessoas por suspeita de fraude previdenciária, além de cumprir seis mandados de busca e apreensão. A vereadora da cidade de Santo André Elian Santana é uma das detidas, acusada de ser a líder de uma organização que cobrava milhares de reais para fraudar a contagem de tempo e permitir que pessoas se aposentassem mais cedo.

A vereadora Santana notabilizou-se pela defesa de pautas da direita conservadora, especialmente o infame projeto intitulado Escola Sem Partido, que ela defendeu na Câmara Municipal de Santo André em 2017. A mobilização popular impediu que esse projeto avançasse, impondo seu arquivamento por causa de sua inconstitucionalidade.

Além da vereadora, foram presos a chefe de seu gabinete, um servidor do INSS e um procurador dos beneficiários do INSS. Segundo os investigadores, o esquema consistia em apresentar documentos falsos de insalubridade e periculosidade para obter aposentadorias por tempo de serviço ainda que o tempo mínimo não tivesse sido alcançado.

Além de cobrar pelo menos R$10 mil por fraude realizada, os investigadores afirmam que o esquema gerava ganhos político-eleitorais para Santana, que aparecia como principal responsável pela obtenção das aposentadorias aos clientes, garantindo para a parlamentar uma base política fiel e agradecida. Estimativas iniciais apontam que pelo menos R$170 milhões forma desviados pelo esquema.

Situações como essa são excelentes para mostrar como os defensores da moral e bons costumes dessa direita reacionária estão apenas interessados em encher seus bolsos com o dinheiro público. Para isso, projetos como o Escola Sem Partido são fundamentais para perseguir qualquer pensamento crítico, qualquer oposição, qualquer pessoa que ouse denunciar seus esquemas corruptos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.