Venezuelanos protestam contra retorno de Juan Guaidó ao país

Na saída do aeroporto de Maiquetia, manifestantes chamaram o autoproclamado presidente de 'traidor' e 'vende-pátria'; Guaidó estava em turnê pela Europa e Estados Unidos.

Foto: Reprodução

Uma multidão de venezuelanos e funcionários da Consórcio Venezuelano de Indústrias Aeronáuticas e Serviços Aéreos (Conviasa), a companhia aérea estatal da Venezuela, protestaram nesta quarta-feira (12/02) contra o retorno do deputado de direita Juan Guaidó ao país.

Guaidó voltou para Caracas após realizar uma turnê pela Europa e pelos Estados Unidos, onde se reuniu com lideranças politicas para reforçar as sanções contra a Venezuela.

O deputado convocou seus apoiadores para saírem às ruas assim que desembarcasse na capital. No entanto, Guaidó foi recebido por uma multidão de venezuelanos que protestavam contra ele. Na saída do aeroporto de Maiquetía, os manifestantes chamaram o parlamentar de “traidor”, “vende-pátria” e “bandido”.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, uma funcionária da Conviasa afirma ao opositor que ele é “um traidor da Pátria”. Guaidó tenta intimidá-la, mas se detém devido aos gritos dos demais manifestantes.

Alguns parlamentares aliados de Guaidó que estavam presentes no aeroporto tiveram que escoltá-lo até o carro que o levou à sua residência.

A manifestação dos funcionários da Conviasa em rechaço a Guaidó vem após a aplicação de sanções impostas pelo Departamento de Tesouro dos Estados Unidos na última semana, que impedem a companhia de realizar viagens ao território norte-americano e ainda fazer transações comerciais com o país. Com a medida, um grande número de trabalhadores pode perder o emprego.

Na segunda-feira (10/02), o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que o país apresentará uma denúncia internacional contra os Estados Unidos devido às sanções.

“Vamos buscar a justiça internacional com um processo contra o governo de Donald Trump e peço todo o apoio da opinião pública”, disse Maduro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.